Visibilidade de Portugal contribui para o crescimento do setor de Hotelaria e Turismo em 2019

Visibilidade de Portugal contribui para o crescimento do setor de Hotelaria e Turismo em 2019

A Hays revela, no seu Guia do Mercado Laboral 2019, que o setor de Turismo e Lazer está sob um crescimento exponencial.

Portugal tem sido o palco principal de diversos eventos internacionais, tal como o Web Summit e a Eurovisão, nos últimos anos, e para além disso, tem recebido inúmeras distinções como destino a visitar.

“Portugal foi sempre um país atrativo pelo valor da cultura, da arte, pela gastronomia e pela história do país. Com o aumento dos eventos internacionais organizados pelo país, Portugal já não é visitado sazonalmente e tem cada vez mais uma maior visibilidade externa”, afirma Sandrine Veríssimo, regional diretor da Hays Portugal.

Este impacto gera a confiança para a abertura de novas unidades hoteleiras, assim como aumento de equipas. No entanto, é um setor que necessita de ultrapassar alguns desafios no que respeita à profissionalização. Com o aumento de turistas é expectável que o serviço oferecido neste setor seja diferenciado e personalizado, e estas exigências serão apenas satisfeitas com um elevado nível de profissionalização.

Perspetivas para 2019

Este setor apresentará uma trajetória semelhante há do ano anterior em termos de crescimento, fundamentado pela boa imagem do país como destino turístico e pela continuação da organização de grandes eventos tal como o evento anual Web Summit.

“O setor de Turismo e Lazer é capaz de sofrer uma pressão salarial, tendência já registada no ano anterior, pela escassez de perfis altamente qualificados para um mercado que precisa de ir ao encontro das necessidades e exigências dos turistas”, frisa Sandrine Veríssimo.

Perfis comerciais, para dinamização e promoção do mercado e perfis digitais, continuarão a ser o foco de contratação para este ano.

Perfis mais solicitados e os mais difíceis de identificar

Oportunidades para os profissionais do setor de Turismo e Lazer é a palavra-chave para este ano, especialmente para perfis mais operacionais. O enorme dinamismo, a abertura ou renovação das unidades hoteleiras justifica os perfis mais solicitados para este ano: Sales Manager, Sales Executive, Sales Director, Revenue Manager, Diretor Geral de Operações, Digital Marketing Manager e Chefes de Cozinha. No entanto, é importante referir que existe alguma dificuldade em identificar o perfil de Chefe de Cozinha.

O que mais valorizam e que benefícios desejam?

Após uma análise aos inquiridos, sendo que 55% eram do sexo masculino e os restantes 45% do sexo feminino, estes apontam como as principais mais-valias a oferta salarial (84%), o bom ambiente de trabalho (70%), o plano de carreira (59%), a cultura empresarial (57%) e a solidez financeira (57%). Quanto aos benefícios mais desejados para aceitarem uma oferta de trabalho, os inquiridos apontam como os cinco principais fatores: o seguro de saúde (66%), a flexibilidade de horários (59%), formação/certificações (57%), possibilidade de trabalhar a partir de casa (41%) e automóvel para uso pessoal (32%).