1ª Convenção By Travel: “Decidimos ‘abrir ao mundo’ o nosso principal encontro anual”

1ª Convenção By Travel: “Decidimos ‘abrir ao mundo’ o nosso principal encontro anual”

O grupo de agências independentes By Travel vai realizar a sua “primeira reunião aberta”, anunciou Pedro Leal, representante da By Travel de Oeiras, ao ambitur.pt, referindo-se à primeira Convenção By Travel, que terá lugar lugar no Montebelo Aguieira Lake Resort & Spa, em Mortágua, de 23 a 25 de fevereiro.

Em causa, admite o profissional, está a “dimensão atual e encorajamento de diferentes players do mercado”. “Decidimos ‘abrir ao mundo’ o nosso principal encontro anual”, prossegue, convidando operadores, centrais de reserva e parceiros de emissões.

Para já, estão confirmadas as presenças da Travelport, Teldar, Magnet, Solférias, Soltrópico, Soltour, Travelplan, Jolidey, Traveltool, Consolidador, Rhodasol, Turitravel, Egotravel, Viajar Tours, CN Travel, Tour 10, MSC Cruises, Nortravel e o V.A. Tour Operador. Por parte das agências By Travel, são esperadas 40 participações.

O programa da convenção inclui, entre outras atividades, um workshop que pretende dar a oportunidade aos operadores e centrais de divulgarem os seus produtos em bancas individuais e esclarecerem as dúvidas dos agentes de viagens. A atividade, no dia 24 de fevereiro, terá uma duração de aproximadamente três horas.

By Travel regista crescimentos em 2017
Embora lamente o aumento do poder de compra “muito, muito lento” dos portugueses, Pedro Leal adianta que o volume de vendas da By Travel “subiu consideravelmente” em 2017 face ao ano anterior, sem adiantar o valor. Para 2018, o grupo espera a sua “estabilização e solidificação neste concorrente mercado”.

Quanto a destinos, Portugal foi “seguramente o mais vendido em quantidade de processos”, assinala o representante da By Travel de Oeiras. Enquanto que, destinos como as Caraíbas, Brasil, Cabo Verde, Espanha, França/Disney, Reino Unido, Itália e Alemanha destacam-se pelo volume financeiro. Além disso, “não tendo um destino único, o produto ‘cruzeiros’ continuou em 2017 o crescimento acelerado dos últimos três, quatros anos”, acrescentou.

“As condições financeiras dos portugueses – já que motivação não lhes falta – a par da estabilidade política e social por esse mundo fora, ditarão o nosso crescimento”, reconhece. “Para quem se ocupa também da atividade de ‘incoming‘, o futuro parece ser bem mais sorridente”, considera, sublinhando que “o ‘descobrir Portugal’ por outros mercados, a que tem assistido nos últimos anos – e que desejamos se perpetue -, configura um cenário de grande estabilidade e ainda alguma melhoria no setor do turismo”.

A assinalar sete anos de atividade, e com 21 balcões em funcionamento – Alfornelos, Amadora, Algés, Almada, Alvalade, Caldas de Vizela, Cascais, Chaves, Estrada de Benfica, Gaia, Guimarães, Leiria, Loures, Lumiar, Mafra, Oeiras, Portimão, Quinta do Lambert, Setúbal, Torres Vedras e Venda do Pinheiro – a By Travel não tem prevista nenhuma abertura para os próximos tempos.