Portugal poderá estar a ser vítima do seu sucesso

Portugal poderá estar a ser vítima do seu sucesso

No último ano, foram criados 53 mil novos empregos à boleia do turismo, depois de Portugal ter atingido em 2015 o valor mais baixo de sempre, segundo a secretária de Estado do Turismo, que falava numa conferência de imprensa, em Fátima. Ana Mendes Godinho afirma que o setor está “virado para as pessoas e que precisa das pessoas”.

Os números falam por si. Cerca de 50% do total das empresas de animação turística foram criadas em Portugal, entre 2016 e 2017. No alojamento local verifica-se o mesmo.

Ana Mendes Godinho destacou o combate ao desemprego, algo que faz com que Portugal seja lembrado como “um país que soube reinventar-se”, definindo como prioridades a criação de emprego. A responsável denunciou que o desafio que se coloca hoje à atividade turística é a falta de mão-de-obra disponível. Sem ela, “somos vítimas do próprio sucesso”, constata.