Airbnb: mais de 700 mil viajantes reservaram alojamento em Portugal no verão

Airbnb: mais de 700 mil viajantes reservaram alojamento em Portugal no verão

A Airbnb, a plataforma líder em hospitalidade comunitária, atraiu cerca 705 mil pessoas que viajaram para Portugal durante os meses de verão.

Este volume de viajantes representa um crescimento de 76%, face a igual período do ano anterior, situando Portugal como o quinto destino mais procurado da Europa na Airbnb, apenas atrás de França com 3,6 milhões, Itália com 2,4 milhões, Espanha com 2,2 milhões e Reino Unido com 1,6 milhões.

Para além disso, os dados confirmam ainda que cerca de 657 mil destes hóspedes são estrangeiros, provenientes principalmente de França, Espanha, Reino Unido, Alemanha e EUA.

Os estrangeiros que visitaram Portugal ficaram, em média, 4,6 noites, acima da média europeia de 4,3. Por outro lado, cresce o turismo doméstico e o número de portugueses que utiliza Airbnb.

Do total de estadias em Portugal, cerca de 48.200 foram de portugueses que optaram para ficar no país para desfrutar das suas férias. O turismo doméstico duplicou face ao mesmo período do ano passado, tendo os portugueses decidido fazer as suas férias, preferencialmente, em Lisboa, Lagos, Faro, Porto e Tavira.

Além dos portugueses que fizeram férias cá dentro, outros 50.000 usaram a Airbnb para encontrar alojamento em casa de um particular no estrangeiro. O destino preferido dos portugueses foi Espanha, com o país vizinho a receber 14.255 hóspedes portugueses, seguida da Itália, França, Reino Unido e Croácia.

No total, foram cerca de 100 mil portugueses que utilizaram a Airbnb para viajar no verão de 2016, quase o dobro do ano anterior. Lisboa é o quarto destino europeu e o preferido dos espanhóis, ficando atrás apenas de Barcelona, Paris e Londres.

A França é o país que mais contribuiu para as estadias em Lisboa com 91.177 hóspedes, seguida da Espanha e Alemanha, com a Holanda e a Itália a fecharem o top cinco de mercados emissores na capital.

No que diz respeito ao conjunto da Europa, mais de 16 milhões de pessoas viajaram no Velho Continente depois de encontrar alojamento nos anúncios publicados na plataforma (entre 1 de junho e 31 de agosto). Este número representa uma subida de superior a 70% face ao mesmo período do ano anterior.