Fusão da events by tlc e Case Imagine traz “soluções inovadoras” para Portugal

Fusão da events by tlc e Case Imagine traz “soluções inovadoras” para Portugal

A admiração “pela cultura de excelência, valorização de talentos, inovação e preocupação em ser relevante para os clientes” uniu a portuguesa events by tlc à brasileira Case Imagine. Juntas ambicionam ser a agência de referência no mercado Ibero-americano e passam a representar um volume global de negócios de 40 milhões de euros. “Queremos ter competências globais e atuar localmente”, afirmou ao Ambitur.pt Diogo Assis, que assume agora a liderança do grupo, que passa a contar com sete escritórios (Lisboa e Porto, Madrid e Barcelona, São Paulo e Rio de Janeiro e Orlando ) e uma equipa de 150 colaboradores.

Como explica Diogo Assis, “a marca events by tlc continuará a ser a marca do grupo para o “experience incoming” (DMC) e a Case a marca do grupo para Live Marketing, conteúdo, web e Social media e agora também o desporto”. A exclusive by tlc continuará “focada no lazer de luxo para Portugal” e a congress by tlc nos congressos. As sub-marcas da Case -Case Live, Case Travel, Case Promo e Case Digital – “desaparecem, passando o grupo a operar com uma marca única, a Case Imagine”.
A fusão possibilita ainda a entrada da events by tlc na Flórida com o incoming e o seu reforço no Brasil. Já a Case Imagine expande para Portugal e Espanha. “A equipa de ativação de marca e Live Marketing que tínhamos em Portugal passa a Case agora com uma equipa ampla e multidisciplinar. Vamos trazer soluções muito inovadoras para as empresas em Portugal. Levamos também a marca Case para Espanha para trabalhar o mercado doméstico espanhol”, afirma o responsável, lembrando que, também Portugal sai a ganhar nesta equação. “Vai beneficiar desde logo pela entrada da Case em Portugal com soluções inovadoras e estratégicas na área do live marketing, ativação de marca, video marketing e web + social media. No incoming também será relevante já que seremos ainda mais criativos na apresentação de soluções para ganhar mais eventos para Portugal”.
Questionado sobre quais os objetivos futuros para o grupo, Diogo Assis dá conta que, no curto prazo, “vamos consolidar a fusão e explorar todas as sinergias entre equipas e suas competências. No médio/ longo prazo vamos continuar a procurar oportunidades de expansão na america-latina”. Para já, adianta o responsável, o processo de fusão está a ser “muito interessante”. “Teoricamente as empresas completavam-se nas suas geografias e nas suas competências e agora na prática, com o dia a dia desta integração das diferentes equipas, verificamos isso mesmo, tem sido um prazer e um orgulho ver a interação entre as equipas focadas em construir em cima desta fusão”.

Raquel Pedrosa Loureiro