Volta Nacional: “Providência cautelar trava concurso do Palace Hotel”

Volta Nacional: “Providência cautelar trava concurso do Palace Hotel”

Jornal de Notícias

“Turismo acessível vale demasiado para não ser aproveitado”
O turismo acessível, conceito amplo, que está londe de se cingir a pessoas portadoras de deficiência, é uma oportunidade de negócio que deve ser aproveitada. Eis uma das conclusões do painel dedicado ao turismo acessível e inclusivo, ontem, no Fórum Turismo Interno “Vê Portugal”, no Convento de São Francisco, em Coimbra. “O turismo acessível é muito mais do que o conceito tradicional, por isso é tão importante do ponto de vista da sustentabilidade da oferta turística. A oferta turística não pode desperdiçar um segmento da potencial procura que se situa acima dos 20% da população”, afirmou Acácio Duarte, consultor e coordenador dos projetos na área do turismo na Perfil.

“Quase um milhão trabalha no setor turístico”
No centro da estratégia de desenvolvimento turístico do país, “estão as pessoas”, garante Nuno Fazenda, diretor do departamento de gestão de programas comunitários do Turismo de Portugal, que vê nos portugueses o principal ativo do país. Tanto os profissionais, que devem apostar na formação, como os residentes, que encerram um grande potencial. No ano passado, diz o fórum internacional para a indústria das viagens e do turismo (WTTC), cerca de 882 mil portugueses (19,3% do total de emprego nacional) trabalharam, de forma direta ou indireta, no setor do turismo e das viagens. Este ano prevê-se que o número aumente 3,7%.

“Regras para transportes turísticos
O projeto de Regulamento de Circuitos Turísticos de Matosinhos vai ser hoje discutido em reunião de Câmara, propondo a autarquia o licenciamento máximo de 40 veículos com lotação superior a nove lugares. Também os tempos de paragem constam da agenda, propondo-se locais com baía uma paragem máxima de seis minutos. Os circuitos apenas podem ser promovidos entre as nove horas e as 22 horas.

“Providência cautelar trava concurso do Palace Hotel”
O grupo Alexandre Almeida interpôs no Tribunal Administrativo de Aveiro uma providência cautelar para travar o concurso internacional para a exploração do Palace Hotel do Bussaco, aberto em fevereiro pela Fundação Mata do Buçaco. A providência cautelar, acompanhada por uma ação judicial principal, foi a forma encontrada pelo mais antigo grupo hoteleiro português em atividade para tentar manter a gestão do Palace Hote, que tem vindo a assegurar ininterruptamente desde 1917. O atual contrato de arrendamento expirou em 2003, mas tem vindo a ser consecutivamente prorrogado com caráter provisório, o que, segundo os responsáveis da Fundação, tem impedido que avancem obras de requalificação do edifício.

“Enoturismo: somos os melhores do mundo”
É português o melhor livro do mundo na categoria do Enoturismo. A distinção chegou de Yantai, cidade do norte da China que recebeu no fim-de-semana mais uma edição dos Gourmand world Cookbook Awards. O certame distingue todos os anos os melhores livros, programas de TV ou aplicações consagrados à comida e bebida. A obra da jornalista Maria João de Almeida que conquistou o júri tem a particularidade de ser a primeira do género a ser lançada em Portugal e já viu os seus direitos de publicação serem vendidos na China.
Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.