AirHelp expande Inteligência Artificial  para defender direitos dos passageiros aéreos

AirHelp expande Inteligência Artificial para defender direitos dos passageiros aéreos

Categoria Business, Transportes

A AirHelp, empresa especializada na defesa dos direitos dos passageiros aéreos, acaba de realizar um importante avanço em tecnologia legal, com o lançamento de Lara, o mais recente advogado impulsionado por Inteligência Artificial (IA). O seu principal foco é aumentar a eficiência da determinação de viabilidade de sucesso judicial. Lara foi construído para complementar Herman, o primeiro advogado de IA da AirHelp criado para processar pedidos de compensação por perturbações em voos, o mais rapidamente possível, para ações judiciais. A adição da Lara irá ainda agilizar as capacidades de processamento legal da AirHelp, para que a empresa possa atingir os objetivos de ser acessível e economicamente viável para os consumidores, garantindo uma maior eficiência administrativa.

Desenvolvido pela equipa jurídica global da AirHelp e por engenheiros de tecnologia ao longo de centenas de horas de gestão técnica, Lara foi alimentado com base na experiência de milhares de pedidos bem-sucedidas em cerca de 30 jurisdições. O novo advogado de IA é capaz de decidir em tempo real se um pedido é suficientemente forte para ter êxito em tribunal, recorrendo a uma extensa verificação de viabilidade baseada em dados e conformidade com a regulamentação.

Programado para avaliar o status do voo, estatísticas do aeroporto, relatórios meteorológicos e muito mais, Lara possui uma precisão que excede as capacidades humanas, obtendo uma avaliação correta em 95% dos casos, o que é superior à taxa média de avaliação humana de 91%, em cenários semelhantes. A capacidade de aprendizagem mecânica de Lara permite que continue a aprender com decisões anteriores de colegas humanos, bem como a determinar a viabilidade dos pedidos de compensações com base em casos semelhantes.

Testada em mais de 6.000 pedidos, Lara representa uma aposta na expansão da crescente equipa jurídica artificialmente inteligente da AirHelp, assim como o compromisso da empresa de continuar a liderar a indústria de processamento de pedidos de compensação por perturbações em voos e serviços de advocacia de passageiros aéreos. A adição de Lara permitirá aumentar a eficiência em toda a empresa, sem risco de redução do número de advogados humanos que trabalham para a AirHelp. Lara irá libertar os seus colegas humanos de tarefas administrativas repetitivas, o que lhes dará a oportunidade de explorar e abrir novos mercados com base no cumprimento legal, identificar novas oportunidades de negócio e expandir-se em serviços de direitos no trabalho e de propriedade intelectual.

“Desde que nos expandimos para os serviços de consumidores de IA, através de Herman, testemunhámos um crescimento incrível da eficiência do processamento de pedidos de compensação por perturbações em voos”, afirma Henrik Zillmer, CEO da AirHelp. “Com a integração de Lara na equipa, o duo de advogados impulsionados por IA conseguirá não só processar pedidos, como também determinar a viabilidade dos mesmos e a probabilidade de alcançarem uma decisão judicial vencedora. Os consumidores podem, assim, beneficiar de uma perícia exata e a empresa consegue inovar noutras áreas, de modo a servi-los melhor”.

Antes de qualquer ação judicial ser levada a Tribunal em nome de um passageiro, são consideradas várias regras e fatores. Lara é capaz de navegar, em tempo real e com grande eficiência, nas complexidades relativas a leis internacionais. Antes de Lara, o processo de validação judicial era demorado. A adaptação da IA permite que a AirHelp reduza significativamente o tempo administrativo, aumentando a eficiência de viabilidade e as capacidades da empresa para crescer em novos serviços e expandir-se para novos mercados.