ICCA: Portugal afirma-se como destino mundial requisitado para congressos internacionais

ICCA: Portugal afirma-se como destino mundial requisitado para congressos internacionais

De acordo com o relatório da Associação Internacional de Congressos e Incentivos (ICCA) relativo a 2018, Portugal ocupa a “sétima posição” no ranking europeu dos países que mais recebe e organiza congressos e convençõe. Já no ranking mundial, ocupa a “11ª posição”, refere o Turismo de Portugal em comunicado.

A cidade de Lisboa continua no “Top10” europeu e mundial, tendo subido “duas posições na tabela europeia, para sexto lugar e três na classificação mundial, onde também se encontra em sexto lugar”. Desta forma, a capital portuguesa vê “reforçada a sua posição como destino atrativo para acolher eventos de grande dimensão neste segmento”. Lisboa posiciona-se acima de cidades como Londres e Singapura num ranking liderado por Paris. A propósito desta distinção, Vítor Costa afirma que “temos um posicionamento internacional invejável em matéria de Congressos e eventos similares o que contribui para uma boa rentabilidade do Turismo, dado o maior peso deste produto em termos económicos.” O diretor-geral da Associação de Turismo de Lisboa acrescenta ainda que “a cidade de Lisboa acolheu 50% dos eventos que se realizaram em Portugal e, se considerarmos a região de Lisboa, a percentagem sobe para 55%, contribuindo, assim, para que o país tenha obtido um excelente lugar no ranking internacional”. O responsável espera que “estes bons resultados estimulem a convergência entre o Lisboa Convention Bureau, departamento da Associação Turismo de Lisboa especializado neste segmento, e o Turismo de Portugal”.

Programa de Captação de Eventos Corporativos e Congressos Internacionais captou 345 novos congressos

Quanto à cidade do Porto, esta ocupa o vigésimo lugar na classificação europeia e 32 na tabela mundial, tendo subido dois lugares nas duas listas. Já Coimbra subiu 86 posições no ranking mundial e 42 lugares no ranking europeu.

Com o objetivo de projetar a imagem do país e criar atratividade ao longo de todo o ano e ao longo de todo o território, a “captação de congressos e eventos internacionais tem sido uma prioridade assumida pelo Governo”, sublinha o Turismo de Portugal. No total, desde 2016, o Programa de Captação de Eventos Corporativos e Congressos Internacionais captou 345 novos congressos para Portugal.

Em 2018, este programa captou 123 eventos e congressos internacionais em todo o país. Para 2019 encontram-se já captados 121 congressos internacionais, sendo que este número irá certamente subir dado o volume de candidaturas já apresentadas ao Turismo de Portugal.

Para a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, “estes resultados mostram que a aposta em posicionar Portugal como um destino para organizar congressos e eventos e em criar uma equipa especializada com este objetivo está a dar resultados, sendo um instrumento fantástico para dinamizar o turismo durante todo o ano e em todo o território”.