Museu do Fado: Uma homenagem à canção urbana de Lisboa

Museu do Fado: Uma homenagem à canção urbana de Lisboa

Categoria Destinos, Eventos, Explore

Inteiramente consagrado ao universo da canção urbana de Lisboa, o Museu do Fado abriu as suas portas ao público a 25 de setembro de 1998 celebrando o valor excecional do Fado como símbolo identificador da cidade de Lisboa, o seu enraizamento profundo na tradição e história cultural do País, o seu papel na afirmação da identidade cultural e a sua importância como fonte de inspiração e de troca intercultural entre povos e comunidades.

A exposição permanente do Museu do Fado é um tributo ao Fado e aos seus cultores, divulgando o seu historial a partir da Lisboa oitocentista.

Ao longo do percurso museológico, o visitante é convidado a conhecer a conhecer a história do fado desde a sua génese, no século XIX, até à actualidade, os principais percursos de mediatização da canção urbana – o teatro, a rádio, o cinema e a televisão – o historial e evolução técnica da guitarra portuguesa, bem como o percurso biográfico e artístico de dezenas de personalidades do universo fadista.

Em exposição o visitante encontra, a par de uma multiplicidade de objectos ligados a este género musical (instrumentos, troféus, discos, partituras), o célebre quadro “O Fado”, de José Malhoa, bem como obras de Rafael Bordalo Pinheiro, Constantino Fernandes, Cândido da Costa Pinto, João Vieira, Júlio Pomar, Paula Rego, Leonel Vieira, entre outros artistas portugueses.

 

Contactos: Museu do Fado, Largo do Chafariz de Dentro, N.º1, 1100-139 Lisboa/ T +351 218 823 470/ info@museudofado.pt/ www.museudofado.pt/ http://www.facebook.com/museudofado

Este artigo foi publicado na edição 309 da Ambitur. Fotos de José Frade