Rede Expressos continua a ligar o país de Norte a Sul em segurança

Rede Expressos continua a ligar o país de Norte a Sul em segurança

Categoria Business, Transportes

A Rede Expressos presta um serviço público, garantindo mobilidade aos seus clientes, através da capilaridade de uma rede que vai de norte a sul do país, desde a costa oeste até à fronteira com Espanha. Essa é a realidade da Rede Expressos que, desde meados de março, se viu confrontada, como todo o país, com uma nova realidade provocada pela pandemia do COVID-19 e que nos obrigou a reforçar as normas sanitárias e de higiene para segurança de todos.

Numa nova realidade em tempo de pandemia, a Rede Expresso diz presente enfrentando as dificuldades decorrentes de um momento de crise que não é apenas nacional mas sim mundial.

Nestes primeiros meses do ano, a Rede Expressos sofreu uma queda significativa da procura como resultado da pandemia da Covid-19.

Consciente do papel importante que desempenha em manter a mobilidade do país, assegurando ligações estruturantes nomeadamente no interior, a empresa nunca parou a sua atividade. Mesmo nos meses mais complicados operacionalmente quando se circula com apenas 2/3 de lotação, a Rede Expressos não abandonou os transportes de longo curso em Portugal. Ou seja, não abandonou os seus clientes.

Para tal teve que se adaptar aos novos tempos, cumprindo as recomendações da DGS e do Governo, adotando medidas suplementares de promoção da higiene e segurança, implementadas para prevenção do contágio de Covid-19. Equipou os seus colaboradores com material de proteção, realizou a desinfeção dos seus terminais e autocarros, garantindo uma higienização regular, profunda e especializada. Dada a obrigatoriedade de uso de máscaras nos transportes públicos, distribuiu gratuitamente 25.000 máscaras aos seus clientes.

Fomento ao turismo nacional, Portugal mais perto
De modo a dinamizar o turismo local e incentivar as viagens dentro de Portugal e seguindo a sua assinatura Portugal mais Perto, a Rede Expressos em parceria com a Gap Year apoiou os bloggers e viajantes nacionais, promovendo os destinos nacionais, elaborando e oferecendo roteiros aos seus clientes (Costa Vicentina, Minho, Nordeste Transmontano e Sagres).

Procurando complementar a sua oferta e oferecendo mais serviços aos seus clientes, implementou uma parceria com a Cityrama e com a Lisboat, em que o cliente da Rede Expressos ao apresentar o seu bilhete de autocarro, nos pontos de venda aderentes à promoção, tem desconto imediato de 50% nos circuitos de Hop On Hop Off da Cityrama em Lisboa e Porto e 35% nas travessias de barco no Rio Tejo.

Retoma das Viagens Internacionais
Com a abertura das fronteiras com Espanha, a 1 de julho, foi retomada a parceria da rede ibérica com a empresa espanhola Alsa, oferecendo destinos como Madrid, Sevilha, Santiago de Compostela, Vigo, Barcelona, Málaga, Bilbao e Granada, entre muitos outros que são já servidos com horários diários a partir de Portugal, alicerçados na rede de vendas da Rede Expressos.

A Rede Expressos está confiante na retoma da economia portuguesa e dos seus níveis de atividade e continuará a prestar um serviço de excelência aos seus clientes. A empresa tem consciência que esta retoma está condicionada pelo desenvolvimento dos acontecimentos relacionados com o controlo possível da pandemia e consequente crise económica e financeira.

A Rede Expressos está progressivamente a retomar a oferta que tinha antes desta crise e tem contado com o apoio dos seus clientes que entenderam as medidas adotadas para reforçar a sua segurança. A segurança dos clientes é também, nesta altura, a segurança da empresa e dos seus trabalhadores.

Este artigo foi publicado na edição 330 da Ambitur.