Volta Nacional: “Deputados avaliam novo aeroporto”

Volta Nacional: “Deputados avaliam novo aeroporto”

Correio da Manhã

“Deputados avaliam novo aeroporto”

Os deputados da comissão parlamentar de Defesa avaliam hoje a informação disponibilizada pelo Governo sobre a solução Portela + 1, com recurso à base aérea do Montijo como infraestrutura de apoio ao aeroporto Humberto Delgado.

“Gestão da STCP nos municípios”

O Governo formalizou ontem a entrega de gestão da STCP, a empresa de autocarros do Porto, para seis câmaras da região. A cerimónia levou à assinatura de quatro contartos de passagem de responsabilidades para a Área Metropolitana por um período de sete anos, implicando um investimento de 37 milhões de euros e foi presidida por António Costa.

 

Negócios

“Crise afeta aviação executiva”

A aviação executiva em Portugal tem vindo a perder representatividade desde 2008, quer em número de movimentos, quer de passageiros transportados face ao total do transporte aéreo. Um estudo da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) conclui que este segmento, que em 2008 representava 1,5% do total de movimentos de e para infraestruturas aeroportuárias nacionais, em 2015 não ia além de 1%.

“Tráfego diminiu”

A aviação executiva, considerada a aviação ponto a ponto, foi responsável por um total de 5.836 movimentos em 2008 e de apenas 3.793 em 2015. Nesse ano, os movimentos da aviação executiva diminuíram 13%.

“Rotas mudam”

Nos oito anos analisados, o estudo da ANAC sublinha o declínio dos voos na rota Lisboa/Luanda e Lisboa/Torrejón (Madrid), neste caso devido ao encerramento do aeroporto espanhol ao tráfego civil em 2013.

“Netjets com mais quota”

A Netjets manteve-se, entre 2013 e 2015, a empresa da amostra do estudo da ANAC com maior quota de movimentos na aviação executiva, que reforçou de 17% para 18%.

“Menos aeronaves”

Cerca de 10% do total de aeronaves foram desafetadas dos certificados de operador aeronáutico neste triénio. As aeronaves analisadas neste estudo diminuíram de 144 para 129.

“Novas regras em Londres vão custar 382 milhões de euros à Airbnb”

Londres é o segundo maior mercado para a Airbnb. Mas a introdução de novas regras no arrendamento de curta duração na capital britânica vai ser penalizadora para a companhia. A empresa deverá gerar menos 400 milhões de dólares (382 milhões de euros) em reservas este ano.

“ANA refuta críticas sobre carga nos aeroportos”

A ANA reagiu este segunda-feira às críticas públicas que lhe foram dirigidas na semana passada pela Associação dos Transitórios de Portugal (APAT) sobre a falta de espaço de carga nos aeroportos de Lisboa e Porto, para considerar “inaceitáveis e graves as afirmações e acusações formuladas, que não têm aderência à realidade”.

 

 

Diário de Notícias

“Funcionários de aeroporto detidos por tráfico de droga”

O Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP apreende mais de 19 quilogramas de cocaína, avaliada em cerca de dois milhões de euros, e a detenção de quatro suspeitos, entre os quais dois funcionários do aeroporto de Lisboa.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.