BTL: “não há nenhuma feira setorial tão importante como esta”

BTL: “não há nenhuma feira setorial tão importante como esta”

Entre 15 e 19 de março, todos os caminhos irão dar àquela que é a maior feira de turismo nacional, a Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL). Para esta 29ª edição, que terá lugar na FIL, em Lisboa, estarão presentes 1200 expositores, todas as entidades regionais de turismo nacionais, 30 municípios, 42 destinos internacionais e onde se esperam mais de 75 mil visitantes.

Estes e outros números, foram hoje destacados num encontro com jornalistas que decorreu esta manhã, onde Vítor Neto, presidente da Comissão Organizadora da BTL, realçou os dados do Banco de Portugal, divulgados esta segunda-feira. “O setor do turismo atingiu quase 17% das exportações, mais corretamente 16,7% das exportações de Bens e Serviços e receitas de 12,680 milhões de euros, mais 1200 milhões do que em 2015”, afirma. Através deste cenário, o responsável sublinhou a ideia de que este é “o setor exportador mais importante de Portugal” e que prova que “sem o turismo não haveria sustentabildade”.

Relativamente à BTL, o empresário aproveitou para salientar “que não há nenhuma feira setorial tão importante como esta” e que esta serve como ponto “de unidade e agregação entre diferentes regiões e diferentes setores económicos”.

Por seu lado, Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, mostrou-se também orgulhoso com os dados do Banco de Portugal. “Esse sim, é um prémio que devia ser comemorado, que nos deixa orgulhosos e que deve deixar orgulhosos todos os portugueses”. A par disso, o responsável afirmou que nesta edição da BTL, o Turismo de Portugal vai celebrar os 25 anos de carreira de José Guimarães, criador do logotipo da entidade e irá apresentar a “Estratégia de Turismo 2027”, que servirá como planeamento para os próximos dez anos. Outro dos pontos em destaque para esta edição será o Turismo de Natureza, que irá também estar presente no stand do Turismo de Portugal.

Para esta 29º edição, Viseu será a primeira cidade convidada da BTL, num ano considerado pela autarquia como o “Ano Oficial para Visitar Viseu”. Segundo Almeida Henriques, presidente da autarquia, o objetivo passa por “trazer à BTL o microcosmos desta região” e dar a conhecer melhor uma “cidade que combina inovação com tradição”.

A par de Viseu, a Madeira será o destino nacional convidado, onde irá apresentar um novo vídeo promocional.  Segundo Eduardo Jesus, secretário Regional da Economia, Turismo e Cultura da Madeira, este ano a Madeira trará ainda um conjunto “de inovações, que serão conhecidas na feira e onde a tecnologia impera”.«

Dos 42 destinos internacionais, o destaque recai sobre algumas estreias e regressos, onde constam: a Argentina, África do Sul, Colômbia, Perú, Taipei, Zimbabué, Galiza e Minas Gerais. A feira vai ocupar uma área total de 37 mil metros quadrados, distribuídos por quatro pavilhões.

À semelhança dos anos anteriores, no Pavilhão 1 estarão localizadas as entidades nacionais de promoção de turismo, no Pavilhão 2 os serviços e empresas de hotelaria e no Pavilhão 3 os operadores e distribuidores turísticos e agências de viagens e, este ano, no Pavilhão 4 a restauração.

A apresentação contou ainda com a presença de Paula Canada, responsável de Marketing da TAP; Maria João Rocha de Matos, directora da FIL-AIP; Rodrigo Santa Clara, da Associação de Turismo da Madeira; Francisco Calheiros, presidente da CTP; e Raúl Martins, presidente da Associação de Hotelaria de Portugal.