As escolhas de… Vera Kolodzig

As escolhas de… Vera Kolodzig

KT0A3325 Jovem, aventureira, mãe recente, Vera Kolodzig é uma das mais conhecidas atrizes da sua geração. Estreou-se no teatro em Confissões de Adolescentes e participou em peças como A Dama do Maxim, Os 39 Degraus ou Consegues Ver Os Teus Pés?, entre outras. Fez também dobragens de filmes de animação como Happy Feet ou Cars, participou em curtas metragens como Romeu & Julieta ou The Blind Voyeur. Entre os seus mais recentes trabalhos televisivos destacam-se as telenovelas Doida Por Ti,Espírito Indomável e Jardins Proibidos.

Melhor Hotel Português ou Europa:
Belmond Reid’s Palace na Ilha da Madeira. É um hotel cheio de história com uma vista para o mar incrível e jardins exuberantes. As instalações são soberbas e o pequeno almoço simplesmente maravilhoso. A tranquilidade reina em qualquer recanto. É o hotel ideal para relaxar e nos sentirmos mimados.

Melhor Hotel no Estrangeiro:
Gosto de viajar em low budget, e dentro desse requisito o River Garden Hotel foi uma enorme surpresa. Um pequeno oásis de bem estar e bom gosto na cidade de Siem Reap por 40€ por noite. Os poucos quartos são espaçosos e bem decorados espalhados por um jardim tropical. Foi o meu ponto de partida para explorar os templos de Angkor de bicicleta.

Melhor Restaurante Portugal/Europa:
Bistro 100 Maneiras. Sou fã do chefe Ljubomir Stanisic. Frequento o bistro regularmente porque sei que tenho sempre uma experiência gastronómica excepcional e sofisticada, acompanhada pelos melhores cocktails da cidade de Lisboa.

Melhor Restaurante no Estrangeiro:
Al Fassia em Marraquexe. Cozinha marroquina com muito requinte. O serviço é excelente, a comida deliciosa e a decoração tem muito charme.

Um vinho que aconselhe:
Framingham. Um Sauvignon Blanc Neo Zelandês que me leva ao céu.

Livro a não perder:
Até Lá Abaixo de Tiago Carrasco. Devorei este livro em dois dias durante a minha viagem por Moçambique. Conta na primeira pessoa a história de uma viagem de jipe de três amigos desde Lisboa até Joanesburgo com todas as peripécias e perigos que África tem para oferecer.

Uma música que a tenha marcado:
My way de Frank Sinatra. Emociono-me sempre por pensar que esta música descreve na perfeição a vida do meu pai. Já a ouvi em contextos completamente diferentes e em vários sítios do mundo. Há uma certa nostalgia inerente.

Um filme memorável:
O Fabuloso Destino de Amélie Poulin. Gosto de acreditar que esta personagem existe mesmo e anda por aí a espalhar magia e felicidade.

Artista/compositor preferido:
Fiona Apple. Adoro o seu estilo extravagante e diversidade. Algumas músicas são baladas profundas e intensas, outras são melodias cativantes que não saem do ouvido. É como ouvir um diário intenso e apaixonante com o qual me identifico.

A praia da sua eleição:
Las Cabanas em El Nido nas Filipinas. Foi aqui que vi o pôr-do-sol mais memorável da minha vida.

A melhor cidade do mundo:
Lisboa. Apesar de já ter estado e adorar as cidades de Banguecoque, Cidade do Cabo e Barcelona, todas por diferentes razões, Lisboa será sempre a minha cidade de eleição. Não há cidade que reúna as condições de Lisboa: história, arquitectura, restaurantes e vida nocturna para todos os gostos com um clima maravilhoso e paisagem única.

A última viagem que fez:  
Estados Unidos. Fui em família com o Diogo e o Mateus, que tinha na altura 10 meses. Fizemos Califórnia, Arizona e Nevada primeiro numa auto-caravana e depois num carro alugado.

A próxima viagem que fará:
Adorava voltar à Tailândia ainda este ano, agora com o Mateus. Tenho também vários destinos que ainda não conheço na minha lista entre eles São Tomé e Principe, Índia e Argentina.

O que nunca se esquece de levar consigo quando viaja:
A minha moleskine e a minha polaroid. Sou viciada em diários de viagem.