Cidadãos de mais nove países podem utilizar fronteira eletrónica no Aeoporto de Lisboa

Cidadãos de mais nove países podem utilizar fronteira eletrónica no Aeoporto de Lisboa

Categoria Business, Transportes

O Sistema de Reconhecimento Automático de Passageiros Identificados Documentalmente (RAPID) vai estar disponível, a partir de hoje, no aeroporto de Humberto Delgado, em Lisboa, a cidadãos de mais nove países. Nas partidas internacionais do aeroporto de Lisboa, o serviço passa a poder ser utilizado também pelos cidadãos dos Estados Unidos da América, Canadá, Austrália, Brasil, Venezuela, Japão, Coreia do Sul, Singapura e Nova Zelândia.
Segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), os cidadãos destes nove países, que vão poder passar pelo RAPID, são aqueles que estão isentos de visto e que não tenham excedido o período autorizado de permanência.

À Lusa, o SEF garante que será assegurada “a aplicação da lei nacional e europeia relativa ao controlo de saída destes cidadãos”, sublinhando que o alargamento do RAPID a mais nove nacionalidades é “um fator de celeridade e fiabilidade de controlo, no maior posto de fronteira do país”.