Costa Cruzeiros vai ter sete embarques Lisboa – Lisboa

Costa Cruzeiros vai ter sete embarques Lisboa – Lisboa

Desde o dia 1 de dezembro que a Costa Cruzeiros “assume diretamente” o mercado português, fazendo a gestão direta a partir de Portugal como já acontece com Espanha. Este compromisso deve-se, sobretudo, ao facto de ser um “mercado com potencial, em crescente” e que “já apresenta um número de passageiros considerável”, refere o senior sales manager, Henrique Mateus. O responsável falava aos jornalistas na apresentação do novo Costa Smeralda que aconteceu esta quinta-feira, no Tivoli Oriente, em Lisboa. 

Fazendo o balanço do ano, o gerente de vendas da companhia afirmou que foi um “ano bom. Falamos num crescimento de 12% em relação a 2018”, precisa. Para este aumento, Henrique Mateus afirma que contribuíram “mais passageiros portugueses” nos itinerários habituais: Mediterrâneo e Norte de Europa. No entanto, o destaque vai para Singapura, registando um aumento notável. “Foi o terceiro destino mais vendido entre os portugueses”, afirma, acrescentando que o mercado nacional continua a procurar pelo “cruzeiro tradicional” mas também o “destino Oriente”. Com um “avanço nas vendas” para o próximo ano, o destino oriental “já está com muita procura”, avança o responsável. 

Embora se registe crescimento no mercado, Henrique Mateus considera os “números ainda pequenos” face aos “requisitos” da empresa. A partir de agora, o “investimento será muito maior” pelo que “as exigências também o serão”, atenta, acrescentando que “vamos ter muita mais visibilidade”, fazendo com que o clientes “procurem o nosso produto”. Relativamente ao “término do contrato” com a Line C, trata-se de uma ocorrência habitual nas companhias de cruzeiro. “O mercado português tem potencial e está em crescente” pelo que faz todo sentido em “assumir este mercado”, no sentido de “investir mais, torná-lo mais apelativo e estar mais presente”, garantindo um “serviço muito mais rápido e direto”.

Há cinco anos que a companhia não apresentava um navio

Com uma experiência de 70 anos no mercado a Costa Cruzeiros tem no seu ADN a constante “procura pela inovação nos produtos”, destaca o responsável, exemplificado com os “pacotes Tudo Incluído” presentes na companhia. “O cliente já bem definido quer este produto, sabendo muito bem ao que vai”, afirma Henrique Mateus. Este produto fará parte da Campanha de Inverno da companhia. “Vamos incluir um pacote de excursões, bebidas, taxas de serviços”, diz, evidenciando que “o cliente vai a bordo sem ter qualquer tipo de surpresas” nos pagamentos. 

Relativamente aos novos navios, o “Costa Smeralda” é o exemplo daquilo que “há muito os clientes ansiavam. Há cinco anos que a Costa não tinha um navio novo”, afirma o responsável, adiantando que, em 2021, será o “Costa Toscana” a navegar pelos mares. Uma das novidades da companhia são o número de embarques desde Lisboa e as conexões aéreas desde Lisboa e Porto” disponíveis para as próximas temporadas. “São sete embarques de Lisboa – Lisboa” refere Henrique Mateus, sendo a companhia com “mais embarques” neste itinerário. Antigamente, a companhia disponibilizava 30 camarotes mas, devido à procura, vai passar a oferecer “200 camarotes”, transportando “400 por semana”, acrescenta. Com início em setembro de 2020, o Costa Fascinosa fará o itinerário Lisboa – Lisboa, passando por Gibraltar, Espanha, Itália, França e Portugal, terminando em novembro. “Será um cruzeiro de 10 dias”, afirma o responsável. 

“Itália mais sensacional sobre o Mar”

É já a partir de 23 de dezembro que o “Costa Smeralda”  – “o navio mais sensacional” –  vai dar início às navegações . Sob a temática de “Itália” e com decoração típica do país mediterrânico, o navio “será a satisfação de todos”, refere Henrique Mateus. Sendo “Um produto de e para Famílias”, este navio conta com mais camarotes. Em termos concretos, estarão disponíveis 1898 camarotes múltiplos e mais 200 comunicacionais. Outra das novidades é nova categoria de camarotes com varandas sobre o mar. Um aspeto que estará bem presente é a gastronomia com o “Restaurante Lab”, “num formato de experiência onde os clientes poderão confeccionar os seus pratos, e o “Bella Vista Restaurantes”, dedicado aos membros Perla Diamante. Além disso, o Costa Smeralda contará com uma outra novidade: pela primeira vez num navio, estará disponível o Café Nutella, com produtos exclusivos para a companhia. Em termos de comodidades, o Costa Smeralda vai contar com uma piscina no deck 18, um espaço descrito como “único e tranquilo”. Com destaque para as Famílias, este navio distingue-se pelos “espaços exclusivos” e a disponibilização, pela primeira vez, de um “club” para crianças entre os 1 e 3 anos e de “programação especial e entretenimento interativo” para todos. O novo navio incorpora uma inovação: é um navio de “última geração abastecido por gás natural liquefeito. Este é um exemplo da forma aposta da empresa pela inovação sustentável e responsável”, refere o responsável. O Costa Smeralda conta ainda com outras inovações para “reduzir ainda mais o impacto ambiental do cruzeiro, tal como o design do casco, pensado para reduzir o atrito com a água”, indica.

Costa Smeralda em números:

  • 337 metros de comprimentos; 
  • 42 metros de largura;
  • 182.700 toneladas;
  • alimentado a Gás Natural Liquefeito (GNL);
  • 2.612 camarotes;
  • Nova categoria de camarotes com terraço sobre o mar;
  • 11 restaurantes;
  • 19 bares entre eles o Nutella Café.
Cristiana Macedo