easyJet posiciona-se para liderar a recuperação da aviação na Europa

easyJet posiciona-se para liderar a recuperação da aviação na Europa

Categoria Business, Transportes

Com uma rede incomparável, uma base de custos controlada, reconhecimento como a marca mais confiável e forte liquidez, depois de aceder a mais de £ 3,1 mil milhões até ao momento, a easyJet está bem posicionada para liderar a recuperação da indústria aeronáutica europeia.

As mudanças mundiais estão a indiciar novos comportamentos do consumidor para os próximos anos e sendo uma das mais destacadas companhias aéreas para os principais destinos da Europa, a easyJet continua a investir no mercado de lazer para garantir, e manter, a sua posição de liderança.

A abertura de novas bases em Faro e Málaga, por exemplo, vem reforçar o posicionamento da companhia como a opção europeia certa para chegar a estes destinos de sucesso e permite corresponder ao pico de procura com capacidade sazonal. Com o tempo, este movimento também proporcionará à easyJet um crescimento a longo prazo para estes destinos.

Johan Lundgren, CEO da easyJet, analisa os resultados com o seguinte comentário:

“Estou muito orgulhoso do desempenho da equipa easyJet pela maneira como enfrentou os desafios de 2020. Respondemos de forma robusta e decisiva, minimizando as perdas, reduzindo as despesas de tesouraria e com o maior programa de redução de custos e reestruturação da nossa história – tudo isto enquanto acedemos a mais de £ 3,1 mil milhões, para fazer face aos custos de operação.

A easyJet não resistiu apenas ao impacto da pandemia, preveniu-se e tem agora uma base forte sobre a qual pode emergir da crise. A nossa rede de curta distância incomparável e a confiança na marca fará com que os clientes escolham a easyJet quando recomeçarem a viajar.

Enquanto esperamos pela retoma, vamos voar cerca de 20% da capacidade planeada para o primeiro trimestre de 2021, mantendo a nossa abordagem disciplinada relativamente à nossa operação rentável de voos durante o inverno e a flexibilidade para aumentar a oferta rapidamente quando a procura regressar.

Sabemos que os nossos clientes querem voar connosco e a procura subjacente é forte, como ficou provado com aumento de vendas em 900% nos dias após o fim da quarentena para as Ilhas Canárias, em outubro. Respondemos com agilidade, adicionando 180.000 lugares em 24 horas para atender à procura. E na semana passada tivemos a boa notícia sobre um possível lançamento iminente da vacina.

Gostaria de agradecer a todos na easyJet pelo seu trabalho, que nos deixou bem posicionados e com uma expectativa de recuperação forte.”