momondo sugere cinco destinos europeus para escapar ao calor

momondo sugere cinco destinos europeus para escapar ao calor

Categoria Destinos, Explore

Numa altura, em que já se fala do verão e as mais recentes notícias apontam para que Portugal atinja temperaturas bem quentes nesta época, a momondo sugere cinco destinos europeus refrescantes, onde o termómetro não ultrapassa os 20° graus celsius (C).

  • Noruega

Encontre em algumas zonas da Noruega locais de temperaturas amenas. Por exemplo em Oslo, entre junho e setembro, poderá caminhar pelas ruas da cidade confortavelmente, com temperaturas entre os 16° e 21° C. Oslo, capital da Noruega, disponibiliza muitas atividades que poderá fazer, e tudo à distância de uma pedalada. Nesta cidade, há imensas ciclovias que o vão fazer recordar aqueles dias passados a andar de bicicleta com os amigos. A bicicleta é o transporte favorito uma vez que, permite deslocar para todo o lado e ainda apreciar a paisagem. A Noruega dos vikings é uma região que se apresenta numa mistura “idealista” entre a natureza e o ser humano, em que as construções e infraestruturas se harmonizam com a natureza, dando-nos uma sensação completa de equilíbrio entre o moderno e o selvagem. A natureza é uma das maiores atrações deste país, com inúmeras florestas, rios, trilhos pelas montanhas e rios e lagoas de águas cristalinas para descobrir.

Neste destino, a momondo sugere ainda as especialidades da cozinha norueguesa: peixes frescos como o salmão ou as trutas; o pão e o queijo. Mas, uma das comidas mais reconfortantes deste país e que não pode ficar esquecido, são os waffles.

  • Finlândia

Conheça uma Finlândia verde, cheia de vida e com temperaturas que se situam entre os 20° e os 23° C, durante os meses de verão. Dias com uma temperatura acima de 25° C são classificados como quentes. Se quiser conhecer uma Finlândia mais amena, o litoral é uma boa escolha com várias praias onde poderá mergulhar e se tiver com energia, atreva-se a praticar uns desportos aquáticos.

Para quem quer mesmo conhecer uma Finlândia mais fria, existem alguns fenómenos que tem de conhecer e explorar. Os dias podem ser bastante escuros durante o inverno, no entanto, embora possa ser estranho para os portugueses que adoram o sol, na Finlândia é possível presenciar o “sol da meia-noite”. Um fenómeno que acontece no norte do país e é caracterizado por noites de verão curtas onde o sol permanece acima do horizonte por várias semanas seguidas.

  • Ilhas Faroé

As Ilhas Faroé, que fazem parte do Reino da Dinamarca, situam-se no Oceano Atlântico Norte e são o desafio refrescante que precisa para este verão, com temperaturas médias a rondar  os 13° C! Um amontoado de dezoito ilhas que se encontram entre a Islândia e a Noruega, com pouco mais de 50.000 habitantes, vão fazer as maravilhas de quem se aventurar por autênticas aldeias piscatórias. Falamos de ilhas pequenas e isoladas, com poucos turistas e paisagens quase no seu estado selvagem.

Para quem gosta de uma aventura, este é o destino de férias, principalmente, se procura um sítio fresco com muito mar à sua volta. Aventure-se e explore ilhas praticamente em intocadas pelo homem, ricas em falésias, fauna marinha e com tons verdejantes que o parecem autênticos postais. No total, são 18 ilhas onde é possível andar de barco, acampar, visitar a capital Tórshavn com as suas vistas mais urbanas ou então conhecer o Vilarejo de Funningur, palco de alguns filmes internacionais.

Um facto curioso que poderá ver nestas ilhas é que, embora sejam constituídas por poucos habitantes, ovelhas é o que não lhes falta. A cada canto e, normalmente, em locais que pensaríamos impensáveis, iremos encontrar estes animais, que muitas vezes desafiam as alturas, caminhando nas íngremes montanhas.

  • Gronelândia

Se o objetivo é não ter calor, então a Gronelândia é o seu destino de férias com temperaturas entre os 4° e 15° C nos meses de verão! À semelhança do que acontece na Noruega, na Gronelândia podemos encontrar um equilíbrio completo entre a natureza e o ser humano.

Num destino onde estradas entre as várias localidades são quase inexistentes, o mar é o principal meio de transporte. É a partir de barco que se fazem as principais ligações entre as várias cidades. Não espere encontrar um local típico onde o dia-a-dia é vulgar, aqui irá encontrar uma realidade “crua” que é vivida num sítio repleto de icebergs.

A Gronelândia não é um destino típico de férias na praia, é uma experiência particular que permite vivenciar uma realidade distante, para quem vive num país cheio de sol e calor como Portugal. Aqui pode provar iguarias locais como carne de foca ou baleia, viajar entre icebergs e aventurar-se pelos polos conhecendo a beleza do ártico. Um destino selvagem com seis meses de dia constante, durante a primavera e o verão, e nos meses mais frios, fica inundado por noites igualmente longas. Desejava fresco? Bem a Gronelândia tem isso e muito mais para conhecer e explorar, por isso não se esqueça da camisola polar!

  • Ilhas Shetland

Sente-se aventureiro e o calor não é o seu melhor amigo? Então a momondo sugere-lhe um último destino de férias, que cumpre estes requisitos na perfeição. Na parte mais a norte do Reino Unido, as Ilhas Shetland, entre os meses de junho e setembro, têm temperaturas médias entre os 13° e os 15° C. É mais um destino perfeito para fugir do calor que se fará sentir no nosso país. Divirta-se a explorar trilhos ao longo da costa, ou então a observar a fauna selvagem que aí se encontra. Todavia, terá sempre lojas onde poderá comprar os souvenirs para recordar este verão mais arejado.