Turismo do Algarve emite comunicado sobre incêndio em Monchique

Turismo do Algarve emite comunicado sobre incêndio em Monchique

Categoria Advisor, Política

A Região de Turismo do Algarve informa os operadores turísticos que está a acompanhar em permanência o evoluir da situação relativa ao incêndio rural que está ativo na serra de Monchique desde o dia 3 de agosto, mantendo, para o efeito, uma ligação direta à autoridade de proteção civil distrital – Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro.

Neste momento, a situação é muito mais tranquila e a operação de proteção civil em curso decorre conforme previsto. A prioridade tem sido a segurança das populações e dos operacionais envolvidos no combate, não havendo a registar qualquer turista ferido.

O incêndio afeta uma zona circunscrita no interior do Algarve e os cerca de 500 turistas retirados por precaução dos hotéis de Monchique nunca estiveram em risco e puderam dar continuidade às suas férias em alojamentos junto à costa algarvia.

Os estabelecimentos de hotelaria têm-se mantido em ligação permanente com as autoridades de proteção civil e com a Região de Turismo do Algarve, estando a acompanhar o evoluir da situações operacional, podendo assim garantir a segurança e a tranquilidade dos seus hóspedes.

O Algarve continua a ser absolutamente seguro para quem nos visita, a zona afetada pelo incêndio é distante do litoral e está inacessível a residentes e a turistas enquanto decorrem os trabalhos da Proteção Civil.

A nuvem de fumo produzido pelo incêndio que ontem foi visível a partir das praias devido ao vento já se dissipou e não constituiu perigo para as pessoas, não sendo de espera que se repita.

A Região de Turismo do Algarve reitera que todos os visitantes do Algarve podem continuar a fruir com calma e tranquilidade as suas férias e confiar na qualidade dos serviços turísticos oferecidos pela região e na gestão da situação operacional por parte das autoridades de proteção civil.

Lembramos, igualmente, que apenas uma pequena parte na serra algarvia foi afetada pelos incómodos resultantes deste incêndio na zona de Monchique, não havendo por isso motivo de preocupação para quem escolhe o Algarve enquanto destino de férias.”