Turkish Airlines reforça operação em Portugal a partir do verão

Turkish Airlines reforça operação em Portugal a partir do verão

Categoria Business, Transportes

A Turkish Airlines, a companhia de aviação turca que opera atualmente em 304 destinos de 112 países, vai reforçar a sua operação em Portugal já no próximo verão. Em declarações à Ambitur, Francisco Paixão, regional Marketing Representative da companhia, refere que a grande novidade será a cidade do Porto.

A partir do dia 25 de junho, a cidade Invicta vai contar com 10 voos semanais, sendo que “às quintas, sextas e domingos haverá dois voos diários previstos para as 12h15 e 15h30, com chegada a Istambul às 18h45 e 22h05, respetivamente”. Às segundas e sábados, os passageiros poderão contar com o voo das 15h30 e às terças e quartas a partida será feita às 12h15. Para Francisco Paixão, este reforço “demonstra claramente uma aposta da Turkish Airlines no Porto, que tem vindo a crescer bastante”. Quanto à cidade de Lisboa, “para já, iremos manter os dois voos diários”, com partidas às 11h25 e 15h45 e chegadas a Istambul às 18h05 e 22h25.

A Turkish Airlines vai manter o programa “Stopover” que, segundo o responsável, poderá ser uma “mais-valia para os passageiros, com oferta de uma ou duas noites gratuitas”, dependendo se a viagem é realizada em classe económica ou em classe business. “É uma excelente forma de maximizar a escala e a cidade de Istambul e melhorar a experiência de viagem”. O responsável acrescenta ainda que a companhia tem também um programa que permite aos passageiros, com escalas mais alargadas, “usufruir de uma excursão Istambul, podendo conhecer os pontos principais da cidade, ao invés de aguardar o voo de ligação no aeroporto”.

A nível global, “temos vindo a anunciar novos destinos e aumentos de frequência em cerca de 40 rotas”. Considerada como a companhia que mais voa para destinos no mundo, Francisco Paixão garante que a Turkish Airlines “irá manter-se com esse rótulo”. Na Ásia, a principal novidade é o início dos voos para Denpasar, em Bali. O responsável refere que o “aumento significativo da procura” é o motivo para dar início a esta operação, com arranque previsto para o dia 17 de julho, contando com três voos por semana, passando a diário a partir de 8 de agosto. No Vietname, também são esperadas alterações. A partir de setembro, cada destino vietnamita “terá o seu voo, sendo cada rota operada separadamente para cada uma das grandes cidades a partir de Istambul”, acrescenta. Quanto ao Médio Oriente, Telavive, “uma rota bastante importante e de sucesso, sobretudo para o mercado religioso”, passará a partir de março a contar “com 63 voos semanais de Istambul”. África é também uma aposta forte da Turkish Airlines: “A nossa rede de destinos contará com três novos países: Zâmbia, Gâmbia e Sudão”, sendo que os dois primeiros já começaram a operação em 2018. No que toca a voos domésticos, Francisco Paixão explica que a rota de Istambul-Ercan terá “um aumento para 56 voos semanais, com excelentes ligações para os voos desde Lisboa e Porto”.

Turkish Airlines regista 57,6 milhões de passageiros

Sobre o ano que passou, o responsável refere que, no primeiro trimestre, o número de passageiros transportados aumentou 17,8% o que corresponde a “mais cinco milhões que no período homologo”. Até ao mês de setembro “tivemos um crescimento no número de passageiros na ordem dos 12%, onde atingimos os 57,6 milhões de passageiros”.

Apesar dos aumentos constantes do preço do combustível, a Turkish Airlines “conseguiu, no primeiro semestre, o aumento do lucro operacional líquido de 17 milhões de dólares para 258 milhões dólares”, devido, principalmente, ao aumento da procura e das receitas unitárias.

A nível de load factor (L/F), Francisco Paixão refere que a companhia de bandeira turca “ultrapassou os 80% entre janeiro e junho de 2018, um aumento de cerca de quatro pontos percentuais”, considerado já o melhor L/F da história da empresa para o primeiro semestre. No mesmo período, verificou-se ainda “um aumento no número de aterragens na casa dos 10%”. Com uma frota constituída por 325 aviões, a Turkish Airlines prevê atingir a meta de 500 aeronaves até 2023.

Após a inauguração do “Istanbul New Airport”, situado no lado europeu da cidade, a Turkish Airlines vai passar toda sua operação do Aeroporto de Ataturk para a nova infraestrutura. Esta mudança, segundo Francisco Paixão, significa uma “nova casa e uma oportunidade de se destacar ainda mais no sector da aviação com margem para um crescimento contínuo. É também um “sinal claro de que a Turquia está a crescer”.

O responsável conclui que o ano 2018 ficou também marcado pelo 85.º aniversário da Turkish Airlines, “uma companhia aérea em plena expansão e que continuará a investir para providenciar um serviço de excelência aos seus passageiros”.

Cristiana Macedo, publicado na Ambitur 318