Volta Int.: “200 aeroportos europeus enfrentam a insolvência nos próximos meses”

Volta Int.: “200 aeroportos europeus enfrentam a insolvência nos próximos meses”

Hosteltur – https://www.hosteltur.com/

“200 aeroportos europeus enfrentam a insolvência nos próximos meses”

O Conselho de Aeroportos Europe International (ACI Europe) estima que 193 aeroportos no continente enfrentarão insolvência nos próximos meses se o tráfego de passageiros não começar a recuperar antes do final do ano. Juntas, essas infraestruturas geram 277.000 empregos e uma contribuição de 12.400 milhões de euros para o PIB europeu. A organização que representa os gestores de mais de 500 aeroportos em 46 países europeus alertou para o “colapso de partes significativas do sistema de transporte aéreo” devido à tendência contínua de queda nos números do tráfego devido aos efeitos do pandemia de Covid-19 ainda ativa.

“Boeing perde em nove meses mais de metade da sua receita pré Covid-19”

A Boeing relatou um prejuízo líquido de $ 3.502 milhões até setembro, em comparação com um lucro de $ 374 milhões no mesmo período de 2019 e de -466 milhões de dólares no terceiro trimestre, em comparação com um lucro de 1.167 milhões no ano passado no mesmo período, aquando da apresentação dos resultados consolidados da corporação. Especificamente, a Boeing Commercial Airplanes registou uma queda de 56% na receita no terceiro trimestre, para US $ 3,6 mil milhões, refletindo menores volumes de entrega principalmente devido aos impactos da pandemia Covid-19 e problemas de negócios na qualidade detetada no modelo 787, acumulando nos primeiros nove meses do ano uma queda no faturamento de 54%, para 11.434 milhões de dólares. A empresa destacou que, à medida que muda a dimensão das suas operações para se adaptar à realidade do mercado, vai continuar a reduzir o seu quadro de pessoal, seja por desgastes ou cortes voluntários e involuntários.

“A recuperação dos hotéis britânicos tardará até quatro anos”

Pode levar até quatro anos para a indústria hoteleira do Reino Unido retornar aos níveis de negócios de 2019, mesmo se uma vacina eficaz for descoberta que possa ajudar o setor a recuperar do profundo impacto financeiro causado pela crise Covid-19. O país não recuperará os níveis de receita diária por quarto de hotel do ano passado, um indicador-chave para o setor, até 2023, enquanto Londres terá que esperar até 2024, segundo as projeções publicadas pela consultora PricewaterhouseCoopers (PwC) e partilhadas com o The Guardian.

“TUI coloca à venda as suas férias de verão 2022 na próxima semana”

A TUI coloca o verão de 2022 à venda no próximo dia 5 de novembro, já que uma pesquisa recente com 4.000 dos seus clientes mostra que 86% esperam viajar até lá. No verão de 2022, oferecerá 62 destinos de 16 aeroportos do Reino Unido, incluindo Teeside, que é adicionado ao programa pela primeira vez desde 2013, com um voo semanal às quintas-feiras para Palma. A operadora de turismo adianta a venda da sua programação para 2022 para dar às famílias a opção de planear as suas férias para além do próximo ano e depois de não terem podido viajar em 2020.

“Canárias espera recuperar 50% da demanda do inverno passado”

“Embora nas Canárias já se possa falar em recuperação, a reativação da procura está a ser muito lenta e ainda há muitas ameaças no horizonte para os próximos meses”, afirmou ontem o ministro do Turismo, Indústria e Comércio do Governo das Canárias, Yaiza Castela. Em intervenção parlamentar, mostrou-se cauteloso com as expectativas para o inverno, que começou formalmente no último domingo, e explicou que as projeções que o seu departamento administra à priori apontam para uma recuperação entre 40% e 50% da atividade turística que foi registada nas ilhas no inverno 2019/2020.

“Primeiro hotel em Espanha com rede 5G”

O Crowne Plaza Barcelona é o primeiro hotel em Espanha com serviços comerciais 5G após a implementação da rede efetuada pela Vodafone, conforme comunicado pelas duas empresas. Desta forma, os clientes do hotel poderão aceder a velocidades de download de um gigabit por segundo (1 Gbps) nos quartos principais e áreas comuns do hotel.

Panrotas – http://www.panrotas.com.br/

“Estudo de Harvard diz que usar máscara é principal medida em voos”

Estudo realizado pela Escola de Saúde Pública T.H. Chan, da Universidade de Harvard, e divulgado nos sites de companhias aéreas como a American Airlines e a Delta Air Lines, mostra que as medidas das empresas de aviação para combater a covid-19 ajudam a diminuir efetivamente o risco de exposição ao vírus durante a viagem de avião. O estudo também comprova que o uso obrigatório de máscara a bordo é a parte mais importante entre todas as medidas adotadas numa viagem de avião. Também foi confirmado que nenhum caso de transmissão foi registado em num avião nos Estados Unidos. Entre as medidas destacadas pelo estudo estão também os filtros de ar das aeronaves, que renovam o ar a cada dois a quatro minutos e eliminam 99% das partículas de covid-19.

“Marriott oferece passes para usar quartos como local de trabalho”

A Marriott International anunciou uma nova vantagem para os membros do Marriott Bonvoy trabalharem fora das suas casas, oferecendo os quartos dos hotéis da rede. Os novos pacotes Day Pass, Stay Pass e Play Pass foram criados como opções flexíveis para hóspedes que desejam uma rápida estada diária, uma pernoite prolongada com check-in matinal e check-out noturno ou um local para trabalhar durante vários dias, conciliando o destino com lazer.

Mercado & Eventos – http://www.mercadoeeventos.com.br/

“60% dos turistas consideram fundamental cumprimento de protocolos”

Um levantamento realizado pela Elo/TRVL Lab, compartilhado pelo Ministério do Turismo, revelou que seis em cada dez brasileiros (60%) consideram ser fundamental o cumprimento dos protocolos de segurança sanitária durante as viagens. A pesquisa também aponta que na hora da escolha de hotéis, mais de 82% dos viajantes acham importante a existência de medidas que garantam a segurança da saúde dos turistas. Ainda segundo o estudo, é cada vez maior a busca de informações sobre protocolos e certificação higiénico-sanitárias por parte das pessoas que estão a retomar as suas viagens. De acordo com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, o trabalho da Pasta com o selo “Turismo Responsável” é justamente de garantir a segurança para que os turistas possam desfrutar dos destinos brasileiros.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Internacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.