Volta Nacional: “TAP perde gestores e fica dependente de soluções internas”

Volta Nacional: “TAP perde gestores e fica dependente de soluções internas”

Expresso

“Cortes na TAP começam em março, mês em que o dinheiro se esgota”
Março é um mês chave para a TAP. A companhia irá sobreviver no primeiro trimestre fruto da injeção de capital de 1,2 mil milhões de euros autorizados por Bruxelas e já inteiramente usados pela transportadora em 2020, mas depois irá precisar de novos apoios. Será também a partir do terceiro mês do ano, sabe o Expresso, que está previsto começar a tornarem-se efetivos os cortes de custos na massa salarial da transportadora.

“TAP perde gestores e fica dependente de soluções internas”
A TAP está a perder administradores e vai ficando mais fragilizada, num momento de grandes desafios. A transportadora vai ficar nas próximas semanas sem o administrador financeiro (CFO), já que o gestor brasileiro Raffael Quintas, que veio para a companhia portuguesa com o acionista norte-americano David Neeleman, vai sair.

“Groundforce faz queixa contra a ANA”
Foi em outubro de 2019 que a Groundforce decidiu avançar com uma queixa por abuso de posição dominante contra a ANA – Aeroportos de Portugal na ANAC. O caso já chegou à Autoridade da Concorrência. Em causa está o facto de a empresa prestadora de serviços de apoio às companhias aéreas em terra da ANA ter alegadamente aberto espaço para que transportadoras aéreas usassem a Portway, a empresa de handling que controla a 100%, em vez da sua concorrente Groundforce.

“Macau com o maior número de visitantes em 11 meses”
A região de Macau registou mais de 30 mil visitantes na véspera da passagem do ano, o maior número diário em 11 meses no território que é altamente dependente da indústria turística.

Vida Económica

“Comissão dá luz verde a apoios estatais a companhias aéreas”

“Receitas do turismo caem 57%”
A CTP prevê que as receitas do turismo, a nível nacional, se tenham fixado em cerca de oito mil milhões de euros, no ano passado.

“A Hotelaria sem estagiários”
Por Kevin Hemsworth, coordenador da licenciatura em Gestão Hoteleira do ISAG. “A realidade, que se prevê precária para os alunos de hoje, (…) baixará ainda mais aquelas que poderão ser as justas expectativas de um salário condigno para um profissional especificamente formado para desempenhar determinada função. Há que pensar nas repercussões desta estratégia financeira que é o aceitar estagiários em época alta num hotel (…)”.

“Garcia Garcia constrói hotel B&B em Famalicão”

“Chuva de hotéis à venda em Portugal”
O setor hoteleiro atravessa um dos momentos mais complicados da sua história recente, devido À crise pandémica, que fez baixar a taxa de ocupação e as receitas dos hotéis. Coincidência, ou consequência da Covid-19, há mais unidades no mercado à procura de dono: no final de outubro, e segundo dados do “idealista”, havia 166 hotéis à venda em Portugal, mais 4% que em março. A Região Centro lidera a lista de imóveis de turismo disponíveis no mercado, com 53 unidades em outubro. Segue-se a Região Norte e o Algarve, com 37 e 29 hotéis, respetivamente.

Jornal Económico

“Ex-CEO da Saudi Arabian Airlines na short-list para liderar a TAP”
Jaan Albrecht Bindenberger está na short-list de nomes selecionados pela consultora Korn Ferry para novo presidente executivo da TAP. O gestor alemão tem uma carreira de mais de 40 anos na indústria da aviação, tendo estado à frente dos destinos da Saudi Arabian Airlines até ao início de 2020. Segundo fonte próxima ao processo, este processo de seleção do futuro CEO da companhia poderá levar a consultora também a procurar um administrador financeiro (CFO).

“Existe uma compreensão limitada em Portugal do fenómeno do turismo”
André Jordan, fundador do Grupo André Jordan, em entrevista, deixa um alerta para a necessidade de apoiar o setor numa altura de crise porque “é um investimento e um capital de qualidade que tem de ser preservado”.

“TAP já transferiu seis Airbus para cemitério inglês de aeronaves”
Na zona oeste de Inglaterra, entre Bristol e Oxford, estão estacionados seis Airbus que nos últimos 20 anos asseguraram os voos de médio curso da TAP. São quatro A319 e dois A320. Trata-se de uma infraestrutura privada do empresário Ronan Harvey. Além destes seis, há uma sétima aeronave da TAP – um A319 – que também foi para o Reino Unido, estacionada na antiga base aérea do Ministério da Defesa Britânico, no País de Gales, que em 2019 foi vendida a investidores privados.

Jornal de Notícias

“TAP começou ronda de negociações com sindicatos”
A administração da TAP começou ontem uma ronda de negociações com algumas “estruturas representativas dos trabalhadores, designadamente a Comissão de Trabalhadores e dos Sindicatos”.

“Despedimento coletivo no Boeira Garden Hotel”
Apesar da crise causada pela pandemia no setor do turismo, os trabalhadores do Boeira Garden Hotel, em Gaia, foram apanhados de surpresa por um despedimento coletivo que abrange 20 funcionários. O hotel justifica a medida com a redução das operações devido às quebras no setor causadas pela pandemia. O hotel abriu portas em dezembrod e 2019 para fechar em março. Em abril os trabalhadores entraram em lay-off e a unidade reabriu em junho.

Público

“Plano de reestruturação: pequenos acionistas quase desaparecem do capital da transportadora”
O processo de reestruturação da TAP, que passa por um forte corte de custos e uma subida da participação do Estado, vai fazer com que os pequenos acionistas praticamente desapareçam. Estes, aliás, nem foram contactados pelo Governo no âmbito do plano de recuperação da transportadora, nem tiveram a iniciativa de contactar o executivo.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.