CTP quer coordenação do turismo nacional sob a égide do Primeiro Ministro

CTP quer coordenação do turismo nacional sob a égide do Primeiro Ministro

Categoria Advisor, Associativismo

A Confederação do Turismo Português desafiou o Primeiro Ministro, António Costa, a “chamar a si a coordenação das políticas com implicação no turismo”. Francisco Calheiros, presidente da CTP, na sessão de abertura da III Cimeira do Turismo Português, que decorre hoje no Museu do Oriente, considerou que não chega uma Secretaria de Estado do Turismo ou um Ministro da Economia para a atividade desenvolver-se mais rapidamente, solicitando ao Primeiro Ministro que coordene diretamente as políticas turísticas. De acordo com o responsável, “o Primeiro Ministro ainda está mais do que a tempo de dar expressão política corrigindo e chamando a si a coordenação das políticas com implicação no turismo. Não nos compete a nós resolver as questões, mas evidenciar as questões que no dia-a-dia, e todos os dias, trazem problemas aos nossos empresários, criando-lhes barreiras à continuação do investimento”.

António Costa também afirmou entretanto que o “Governo não se pode esgotar no Ministério da Economia, apesar das grandes qualidades do Ministro da Economia, mas ele não poderia simultaneamente tratar desde a segurança interna, à necessidade de bons serviços de saúde, entre outros. Um Governo, como numa empresa, é necessário o trabalho de equipa. O que não significa que não tenhamos, tal como as empresas, que melhorar os circuitos de todos os procedimentos. Em vez de 10 balcões, devemos ter só um, em vez de 10 semanas para decidir, tenhamos só uma. É assim que podemos ir melhorando e simplificando o estado e modernizando a nossa administração”.