Alojamento Local: Julho com ocupação de 12% em Lisboa e 17% no Porto

Alojamento Local: Julho com ocupação de 12% em Lisboa e 17% no Porto

Julho deu os primeiros sinais de recuperação no Alojamento Local (AL) quer em Lisboa quer no Porto, registando o melhor desempenho do pós-Covid. Ainda assim, os níveis de atividade permanecem em patamares pouco expressivos, com a taxa de ocupação média em Lisboa a atingir meros 12% e no Porto 17%, de acordo com os dados apurados pela Confidencial Imobiliário no âmbito do SIR-Alojamento Local.

Ainda assim, tal sinaliza uma recuperação face aos três meses anteriores, quando a ocupação deste tipo de alojamento nas duas cidades se manteve abaixo dos 10%, chegando a atingir 3% no Porto e 5% em Lisboa em maio. Não obstante, os níveis agora observados continuam a uma distância assinalável da ocupação de julho de 2019. Nesse mês, Lisboa registava uma ocupação média de 69% e o Porto de 66%.

O número de noites vendidas voltou também a situar-se em níveis bastante abaixo do mês homólogo, especialmente em Lisboa, onde as cerca de 7.000 noites transacionadas em julho de 2020 equivalem a apenas 6% das cerca de 113.000 noites vendidas no mês homólogo. No Porto, após uma recuperação forte de 6.400 noites vendidas em junho para 12.000 em julho, a atividade atual fica em 16% da homóloga, então com um registo de aproximadamente 73.000 noites.

Em resultado do melhor desempenho do mercado de AL do Porto neste mês, o RevPAR na Invicta registou uma recuperação mais acentuada, situando-se agora em 12€ e superando os 10€ de Lisboa. Novamente este indicador sinaliza uma melhoria face aos três meses anteriores, quando o RevPAR nas duas cidades se situou entre os 4€ e os 8€. Não obstante, tais valores comparam com os 50€ do Porto e os 60€ do Lisboa obtidos em julho de 2019.

As diárias médias mensais dos alojamentos locais em oferta parecem menos afetadas, continuando a manter-se em níveis próximos do mercado pré-Covid. Em julho atingiram 91€ em Lisboa e 75€ no Porto.