As Escolhas de … Susana Ribeiro

As Escolhas de … Susana Ribeiro

Nasceu na cidade do Porto e começou a sua carreira profissional como jornalista em 1986. O “bichinho” das viagens esteve sempre presente mas só há poucos anos começou a “desbravar” o mundo, primeiro com viagens mais próximas de casa e, depois, um pouco mais longe de carro, autocarro, comboio e, finalmente, as low-cost. Graças a elas, já pôde conhecer muitos destinos sem gastar muito dinheiro.

Hoje dedica-se a 100% ao seu site “Viaje Comigo”, mantendo também a colaboração como repórter e voz off num programa de televisão. Vencedora de prémios na BTL como Melhor Blog de Viagens, assume-se como uma “blogger de viagens profissional”.

Monverde Wine Experience Hotel

Melhor Hotel em Portugal
“O melhor hotel é aquele onde nos sentimos bem. Um dos hotéis mais completos que conheço é o Monverde – Wine Experience Hotel. Gosto do alojamento em si, da comida do restaurante, do Spa e do local onde está inserido, rodeado de vinhas, além de que tem piscina interior e exterior”.

Melhor Hotel no Estrangeiro
“Também não é fácil escolher mas existem dois em Moçambique que me vieram logo à cabeça. Um pelo charme e história, que é o Polana Serena Hotel, em Maputo; e o outro, junto da fronteira com África do Sul, o White Pearl Resort, que é um pedaço de paraíso”.

Melhor Restaurante em Portugal
“Como este ano tenho andado mais pelo centro interior do país – ainda a fazer visitas às 12 Aldeias Históricas de Portugal – vou sugerir dois dos restaurantes que experimentei e gostei muito: o Cova da Loba, em Linhares da Beira, e o restaurante Arco-Íris em Figueira de Castelo Rodrigo”.

Melhor Restaurante no Estrangeiro
“Em Armação dos Búzios, no Brasil, pude experimentar o fantástico Rocka Beach Lounge & Restaurant. Além de estar num local paradisíaco, na Praia Brava, tem uma comida muito criativa e plena de sabores. E tem outro aspeto que o torna ainda mais atraente: só está aberto até ao sol se pôr”.

Um vinho que aconselhe
“Gosto de vinho branco e de vinhos do Douro (como adoro a região vinhateira duriense). Por isso, escolho o Quinta do Cidrô, branco. Aliás, qualquer vinho da Real Companhia Velha é excelente”.

Livro a não perder
“Os últimos livros que tenho lido estão todos relacionados com a História de Portugal e com as Aldeias Históricas. Mas, há pouco tempo, acabei de ler ‘O Senhor Ventura’ de Miguel Torga”.

Um filme memorável
“Não consigo escolher um só mas, de uma longa lista, a Trilogia d’O Padrinho ou a saga Star Wars fariam certamente parte”.

Uma música que a tenha marcado
“Provavelmente todas do Zeca Afonso e do José Mário Branco. Ou o ‘Zombie’ dos The Cranberries ou ‘Sunday Bloody Sunday’ dos U2, se formos para bandas conhecidas internacionalmente. E há uma que me arrepia sempre que é a ‘Wind of Change’ dos Scorpions”.

Artista/compositor preferido
“Tenho vários e têm sido vários ao longo da minha vida. E muitos continuo a ouvir mesmo sendo dos anos 80, por exemplo. Ainda há pouco estive um dia inteiro a ouvir Duran Duran, enquanto escrevia para o site”.

A praia da sua eleição
“Em Portugal, as praias de Vila Nova de Gaia são bonitas e galardoadas. Para serem perfeitas só terem a água tão quente como as do Sri Lanka! E há pouco tempo regressei a Tróia e fiquei também maravilhada com aquelas praias”.

A melhor cidade do mundo
“Esta é a pergunta mais fácil: a minha cidade, o Porto. Não é perfeita, mas tem um encanto que quase nos deixa sem palavras. Sempre que atravesso a ponte da Arrábida fico a olhar embevecida para a foz do rio Douro. Não há sítio mais lindo!”

A última viagem que fez
“Em setembro, fui descobrir os segredos de Pontevedra, na Galiza, e, em maio, estive na Roménia. É um daqueles países que, se calhar, vamos deixando de parte mas que merecem mesmo uma visita, já que descobri que tem muitos encantos. E a Galiza que está aqui tão perto e também ainda tem muitos lugares por desvendar”.

A próxima viagem que fará
“Em novembro, vou à Índia numa viagem com os meus leitores. Todos os anos tento fazer uma viagem (com uma agência por detrás) de forma a concretizar sonhos dos leitores e, este ano, depois de muito pedirem, vamos para a Índia. E já estou a pensar em qualquer será o destino de 2019… para já, ainda, é segredo!”

O que nunca se esquece de levar consigo quando viaja
“A(s) máquina(s) fotográfica(s), os óculos de sol (que uso todo o ano) e o chapéu(s)! E levo sempre um biquíni, mesmo que seja inverno no destino, porque poderá haver sempre uma piscina interior para mergulhar”.

Este artigo foi publicado na edição 317 da Ambitur.