Belmonte Sinai Hotel: Cultura, Religião, Natureza e Desporto

Belmonte Sinai Hotel: Cultura, Religião, Natureza e Desporto

A família Henriques, de origem judaica, decidiu investir na construção de um hotel totalmente preparado para receber clientes Judeus. Assim nasceu o Belmonte Sinai Hotel, na vila histórica de Belmonte. Esta unidade hoteleira, de arquitetura moderna e minimalista, do arquiteto Pedro Leitão, tornou-se assim o primeiro hotel Kosher de Portugal.

O Belmonte Sinai Hotel, atualmente com 27 quartos (incluindo três suites), sala de eventos e restaurante para 100 pessoas, está em processo de ampliação. No segundo semestre de 2020, contará com 51 quartos, um SPA com piscina interior dinâmica, e exterior com vista infinita sobre o Vale da Cova da Beira e a Serra da Estrela. Terá ainda boxes para bicicletas apostando no cicloturismo, e novos espaços onde novas sensações e vivências serão o objetivo. Trata-se, explica Ricardo Abreu, diretor geral da unidade de quatro estrelas, de um espaço ideal para grupos e famílias, localizado no ‘’centro das atrações’’ junto às Aldeias Históricas, à Serra da Estrela, e aos museus e monumentos de Belmonte, “preparado para Judeus, mas aberto para o mundo”. Os hóspedes estão perto de algumas das principais atrações da vila, como a Sinagoga, Museu Judaico, Museu dos Descobrimentos, Museu do Azeite, Ecomuseu do Zêzere, Castelo, entre outros. O hotel está certificado pela Biosphere, diferenciando-se pelo serviço e programas culturais, gastronómicos e de natureza.

Reservas: 275 910 800/ reservas@belmontesinaihotel.com

Este artigo foi publicado na edição 323 da Ambitur.