Compras de viaturas por empresas de rent-a-car diminuem no mês de março

Compras de viaturas por empresas de rent-a-car diminuem no mês de março

Categoria Business, Transportes

O setor rent-a-car adquiriu perto de oito mil veículos no mês de março, refere a Associação Automóvel de Portugal (ACA). Em comunicado, associação indica que foram comercializados 24.900 veículos automóveis ligeiros de passageiros, o que representa um decréscimo de 10,7% face ao mesmo mês de 2018.

No que respeita a veículos novos o conjunto das empresas associadas da ARAC que se dedicam à atividade de aluguer de curta duração (veículos ligeiros de passageiros, comerciais ligeiros, pesados de mercadorias, todo-o-terreno e motociclos) adquiriram “um total de 7.988 veículos face aos 7.823 adquiridos em período homólogo do ano anterior”.

O rent-a-car continua a afirmar-se de forma clara como o “maior comprador de veículos automóveis novos em Portugal”, registando no mesmo mês a aquisição de “7.413 veículos ligeiros de passageiros” e “575 veículos ligeiros de mercadorias”, diz o comunicado.

Na composição das aquisições referidas, prevalecem (á semelhança do mercado nacional de um modo geral) os segmentos A, B e C representaram em Março a maioria das aquisições efetuadas pelas empresas de rent-a-car.

O rent-a-car é um setor decisivo para a modernização do parque automóvel nacional através da colocação após a utilização dos veículos no comércio, de um número significativo de veículos de ocasião (os chamados veículos seminovos), substituindo-se assim veículos antigos por veículos recentes e com motores mais eficientes e amigos do ambiente a preços mais convidativos para o público em geral.

O Turismo é atualmente o maior mercado das empresas de rent-a-car representando cerca de 60% do seu volume de negócios.