Fernando Medina enaltece papel do Turismo de Lisboa “em fazer acontecer”

Fernando Medina enaltece papel do Turismo de Lisboa “em fazer acontecer”

Categoria Advisor, Associativismo

O Centro Interpretativo da História do Bacalhau que hoje inaugurou no Torreão Nascente do Terreiro do Paço, em Lisboa, é um projeto que só é possível devido à colaboração de três entidades com a autarquia, destacou Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, durante a inauguração do mesmo.

A primeira colaboração diz respeito à Secretaria de Estado da Defesa e Marinha Portuguesa, que envolve várias vertentes. A segunda porque é um projeto que resulta da colaboração entre três autarquias: Lisboa, Ílhavo e Aveiro. “Este projeto nasceu da humildade de querermos trazer para Lisboa algo que já estava a ser contado no país, através do Museu de Ílhavo e em Aveiro”, considerou o responsável.

Em terceiro lugar devido ao papel e esforço do Turismo de Lisboa. Relativamente a este último ponto, Fernando Medina destaca que “Vítor Costa, diretor-geral do Turismo de Lisboa, tem uma capacidade rara, nos portugueses, que é fazer acontecer. Temos um mercado fértil em ideias, mas o problema é como enquadramos as ideias em projetos, em realizações”. Continuando, o responsável destaca que “Vitor Costa tem feito um trabalho notável aos longo dos últimos 20 anos no turismo da cidade de Lisboa, mas a partir de certa altura um processo que juntou o turismo com a reabilitação urbana, assim como com a memória histórica, de elementos identitários, da cidade de Lisboa. Um exemplo é a recuperação do Terreiro do Paço, num projeto entre a Câmara e a Associação de Turismo de Lisboa que se estendeu a várias áreas da cidade de Lisboa”.

Por outro lado, o presidente da Câmara de Lisboa elogiou também o trabalho da Associação do Turismo de Lisboa, na pessoa de José Luis Arnaut, presidente adjunto, assim como agradeceu o tempo despendido, por este, na Associação.