Ferreira do Zêzere: Viagem pela gastronomia Ferreirense

Ferreira do Zêzere: Viagem pela gastronomia Ferreirense

A fama turística de Ferreira do Zêzere remonta aos tempos do Rei D. Carlos, apaixonado pela caça ao javali e pela gastronomia local, já então de excelência, onde o leitão sempre ocupou um lugar de destaque, a par das famosas tigeladas.

Lagostim

Com o decorrer do tempo outras iguarias e receitas foram despontando. Destaca-se o cabrito assado, o peixe e lagostim do rio, sempre acompanhados pelas típicas migas. Para terminar a refeição, não deixe de provar a mousse de favas ou o pudim de abóbora e nozes. Recomendam-se também os bolos regionais Bons Maridos e Boas Esposas, que pode saborear a meio da manhã ou da tarde.

Nos dias de hoje, são realizados vários festivais que permitem conhecer o melhor que Ferreira do Zêzere tem para oferecer a nível de património gastronómico. É o caso do Festival Gastronómico das Migas em janeiro, ou da Mostra e Feira de São Brás, em fevereiro. Em abril, o lugar de honra à mesa é ocupado pelo Lagostim de Rio e no mês de maio o concelho convida todos para o Festival Gastronómico Vai à Fava.

Sendo Ferreira do Zêzere conhecida como a “Capital do Ovo”, em junho decorre o Festival Gastronómico Coisas d’Ovo. E em novembro é a vez do Festival Gastronómico da Abóbora.

Nada melhor do que visitar a região e saborear as paisagens, as gentes e a gastronomia local, num destino já por si maravilhoso. Venha descobrir Ferreira do Zêzere!

Este artigo foi publicado na edição 318 da Ambitur