Figueira da Foz. para todos

Figueira da Foz. para todos

Situado no coração do centro-litoral do país, o concelho da Figueira da Foz é vestido por belos retalhos contrastantes – serra, rio, mar, campo, dunas, lagoas, salinas e arrozais-, que provocam e reclamam a atenção de quem o visita e proporcionam uma viagem histórico-cultural inigualável.

Quem conhece os segredos do concelho confirma que se trata de um tesouro que merece, cada vez mais, a atenção de todos, pois também a todos tem potencial de agradar.

O seu rico e inúmero património material e imaterial acumula vivências diversas e remotas na origem, como a Serra da Boa Viagem e o Monumento Natural do Cabo Mondego que oferecem vestígios jurássicos e uma vista panorâmica sobre a cidade e o oceano Atlântico.

Concelho de gentes acolhedoras, proporciona fantásticos momentos de lazer no rio Mondego, nas esplanadas e restaurantes à beira mar e rio, passeios a pé ou de bicicleta na Marginal, no Parque das Abadias, na Ilha da Morraceira, nos campos de arroz do Baixo Mondego, na Lagoa da Vela.

No seu mapa de visita não deve deixar de marcar uma ida ao Casino e ao seu emblemático Salão Nobre, ao Centro de Artes e Espetáculos, ao Núcleo de Arte Urbana Laranjeira Santos, aos Núcleos Museológico do Mar e do Sal, ao Museu Municipal Santos Rocha e à Casa do Paço.

Na Figueira da Foz, “Cidade-Rainha” dos desportos de praia, há mais de 30 km de praias com características distintas e singulares e alguns dos melhores spots para a prática dos desportos de onda, sendo sobejamente conhecida a fantástica “direita” de Buarcos.

A Figueira da Foz é a opção certa para os inquietos e para quem procura a calma. Você decide.

Este artigo foi publicado na edição 332 da Ambitur.