Receitas com turistas nacionais na Airbnb crescem 30% no verão

Receitas com turistas nacionais na Airbnb crescem 30% no verão

As receitas de alojamento provenientes de reservas feitas por turistas portugueses em Portugal, entre julho e agosto, cresceram cerca de 30% na Airbnb, em relação ao mesmo período do ano passado, anunciou hoje a plataforma de alojamento local, segundo a Lusa.

Em comunicado, a plataforma online de arrendamento temporário adianta que, durante o verão, os portugueses escolheram destinos próximos, a menos de 500 quilómetros (km) da sua residência principal, com Viseu, Açores, Vila Real, Castelo Branco e Santarém a liderar o ranking das tendências.

De acordo com a Airbnb, as receitas dos anfitriões cresceram 248% em Viseu, 190% nos Açores, 180% em Vila Real, 164% em Castelo Branco e 156% em Santarém, depois de a percentagem de reservas em Portugal por hóspedes que vivem num raio inferior a 500 km ter passado de 6% em fevereiro para 46% em maio.

A Airbnb acrescentou que Santa Bárbara de Nexe (Faro), Boliqueime (Faro), São João da Lampas (Lisboa), Gondomar (Porto), Monsanto (Castelo Branco), Póvoa de Lanhoso (Braga), Moreira (Porto), Lagoa (Faro) e Vilela (Vila Real) ganharam entre cinco e seis vezes mais do que no ano passado com o mesmo grupo de hóspedes, registando o maior aumento nas receitas do acolhimento das viagens de proximidade.