Sugestão Ambitur: Hotel Oslo

 

50 anos depois, o Hotel Oslo, em Coimbra, ganha uma nova vida. O projecto de requalificação e ampliação, co-financiado pelo QREN no âmbito do Mais Centro, envolveu um investimento de aproximadamente 1,5 milhões de euros, num montante de incentivo financeiro reembolsável de cerca de 750 mil euros. O objectivo foi “virar a página” para continuar a corresponder e superar as expectativas dos clientes e da região, ainda mais fazendo parte da Zona Especial de Protecção ao espaço Património Mundial da Humanidade da Universidade de Coimbra.

Para este projecto, cuja assinatura a nível de arquitectura coube à Plarq, a cidade e a região foram a inspiração, estando presentes em todo o processo e um pouco por todo o hotel, marcando a identidade coimbrã. Destaque, por exemplo, para a colecção de Pratos Ratinho que adornam as paredes, peças únicas produzidas artesanalmente no largo da Sé Velha e ligadas às olarias que há séculos deram vida às ruas da Baixa de Coimbra. Pelas paredes da unidade podem ver-se fotografias alusivas à cidade, e a região está ainda presente em pequenos pormenores como as arrufadas ao pequeno-almoço, o espumante da Bairrada e o queijo do Rabaçal no bar.

Novos espaços

Um edifício mais moderno foi o resultado, oferecendo mais opções aos hóspedes. No último piso, todo ampliado, encontramos a sala de pequenos-almoços e o bar numa nova estrutura que proporciona uma vista fantástica sobre a cidade. O número de quartos também cresceu, para 56, e os que já existiam foram renovados, estando equipados com modernos LCD’s e camas viscoelásticas. Foi ainda criado um quarto adaptado a pessoas com mobilidade reduzida. Outra novidade é a abertura da cobertura do Hotel Oslo aos visitantes, que podem agora desfrutar do terraço com vista sobre o centro histórico de Coimbra.

No que diz respeito aos serviços, a qualidade mantém-se, bem como o ambiente familiar que caracteriza esta unidade, que se pauta pelo espírito de bem receber.