Um Fator/Palavra-Chave para o Negócio Turístico nos próximos anos: “Sustentabilidade”

Um Fator/Palavra-Chave para o Negócio Turístico nos próximos anos: “Sustentabilidade”

Categoria Advisor, Opinião

Sustentabilidade

Rodrigo Machaz, diretor geral Memmo Hotels

Penso que a palavra-chave para o negócio turístico nos próximos anos será sustentabilidade. Na próxima década, qualquer distinção que ainda permaneça entre oferta “premium” e sustentabilidade irá deixar de existir, uma vez que os dois conceitos irão tornar-se sinónimo um do outro. Os viajantes do futuro vão esperar que os hotéis façam por eles o seu “eco-research” e que tenham atitudes baseadas na sustentabilidade do planeta. Vão procurar experiências “premium” que, mais do que impacto zero no meio-ambiente, vão gerar impacto positivo! A ideia de que o turismo pode ter um impacto positivo junto da economia local vai ser cada vez mais forte, fazendo com que a escolha de um hotel não seja apenas por ter impacto zero mas sim porque efetivamente ajuda a comunidade e economia locais. Viajar de forma mais responsável e sustentável irá ser, sem dúvida, um fator-chave para o negócio turístico nos próximos anos.

(indicado por Gonçalo Rebelo de Almeida)

 

*No 29º Aniversário da Ambitur retomámos um desafio já lançado por nós há três anos e, uma vez mais, o setor correspondeu. O “Passa a Palavra” colocou o primeiro repto a Gonçalo Rebelo de Almeida, da Vila Galé; Nuno Mateus, da Solférias; Frederico Costa, das Pousadas de Portugal e Manuel Proença, da Hoti Hotéis. Estes quatro profissionais explicaram quais os desafios que se colocam ao Turismo nos próximos tempos e ficaram também incubidos de nos indicar a quem poderíamos lançar o mesmo repto. Ao longo dos próximos dias iremos publicar aqui os 29 comentários que resultaram deste “Passa a Palavra”, acrescentando também quem foi indicado por cada um dos comentadores. 

Publicado na edição 324 da Ambitur.