Volta Int.: “Quase metade dos norte-americanos já cancelou a viagem deste verão”

Volta Int.: “Quase metade dos norte-americanos já cancelou a viagem deste verão”

Mercado & Eventos – http://www.mercadoeeventos.com.br/

“Quase metade dos norte-americanos já cancelou a viagem deste verão”

Próximo do início da temporada de verão nos Estados Unidos, marcada para junho, quase metade dos norte-americanos já cancelou a viagem padrão de alta temporada por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Um estudo realizado com 1,2 mil norte-americanos pela ValuePenguin revelou que 48% dos entrevistados foram forçados a cancelar os planos de viagens durante o verão do hemisfério norte (boreal) deste ano. Destes, 46% perderam dinheiro em taxas de cancelamento ou não reembolsos, com uma média de prejuízo de US$ 855 por pessoa entrevistada na pesquisa. A maioria das perdas envolvem bilhetes aéreos (59%) e reservas de hotel (44%). O estudo indica ainda que as atitudes dos viajantes foram afetadas pela pandemia, já que 55% dos entrevistados revelaram que provavelmente evitarão um cruzeiro pós-pandemia e outros 52% admitiram maior temor em viagens internacionais. Um em cada seis respondeu que esperará até um ano após a crise para pensar em viajar de novo. Outros 35% dos entrevistados afirmaram que esperariam mais de seis meses para voltar a viajar, mas menos que um ano. Já outros 29% afirmaram que querem viajar já nos próximos seis meses após o fim da pandemia.

“Boeing desiste de parceria com Embraer”

A Boeing acaba de anunciar a desistência da sua parceria com a brasileira Embraer. O Acordo Principal de Transação, que estabeleceria um novo nível de parceria estratégica com a criação de uma joint venture, envolvendo a aviação comercial da Embraer, além de outra JV que desenvolveria novos mercados para aeronaves C390 Millenium, foi devidamente rescindido.  Em nota, a Boeing informou que exerceu o seu direito de rescisão, nessa sexta-feira (24), pela Embraer “não ter sido capaz de atender às condições necessárias para a evolução da negociação”. A parceria planeada entre as duas fabricantes de aeronaves já tinha até recebido a aprovação incondicional de todas as autoridades reguladoras necessárias, com exceção apenas da Comissão Europeia.

Em nota divulgada na tarde deste sábado (25), a Embraer se pronunciou com relação à desistência da Boeing em manter o Acordo Global de Operação. De acordo com a fabricante brasileira, a Boeing rescindiu “indevidamente o contrato e fabricou falsas alegações como pretexto para tentar evitar os seus compromissos de fechar a transação”.

Hosteltur – https://www.hosteltur.com/

“A economia espanhola cairá 7% com um colapso do turismo sem precedentes”

O Fundo Monetário Internacional (FMI) sustenta que a crise causada pelo Covid-19 representa o maior desafio para a economia global desde a Segunda Guerra Mundial e, na economia espanhola, os primeiros sintomas começaram a ser observados em março, afirma a Fundação Bancos de Poupança (Funcas). Eles projetam que até o final de 2020 haverá uma contração de 7% no PIB e que as receitas do turismo “sofrerão uma queda sem precedentes” e os serviços de hospedagem e restaurantes serão os mais afetados.

“CEHAT e ITH trabalham para criar o protocolo para reabrir o setor”

O Instituto Tecnológico Hoteleiro (ITH), em conjunto com a Confederação Espanhola de Hotéis e Acomodações Turísticas (CEHAT), está a desenvolver um guia único que engloba todos os protocolos higiénico-sanitários necessários para a reabertura de hotéis. Assim, ambas as organizações participam do protocolo de saúde para o turismo que Espanha terá em três semanas, de acordo com as notícias de turismo da Hosteltur, lideradas pelo Instituto de Qualidade do Turismo Espanhol (ICTE) em coordenação com a Secretaria de Estado do Turismo.

“Ilhas Canárias exigirão reciprocidade sanitária para o turismo este verão”

As Ilhas Canárias exigirão “reciprocidade sanitária”com garantia de “rastreabilidade” dos movimentos dos seus visitantes, sem comprometer os seus direitos, a fim de reativar o setor de turismo a partir deste verão, primeiro a nível regional e, se as condições forem atendidas, no nacional.

Panrotas – http://www.panrotas.com.br

“Expedia pode vender participação para sobreviver à crise”

A Expedia está perto de vender uma participação para as empresas de private equity Apollo Global Management e Silver Lake Partners, um acordo que poderia fornecer à gigante das viagens online uma infusão de US$ 1 bilhão ou mais. O Wall Street Journal informou que o acordo vem acompanhado de representação no conselho da Expedia para as empresas de capital privado. Se o acordo for fechado, o Silver Lake terá participações em duas das principais OTAs, já que há algumas semanas, adquiriu parte do Airbnb. Embora o Airbnb seja uma empresa de viagens privada e o Grupo Expedia tenha ações na bolsa, os dois acordos mostram que o Silver Lake Partners entende o mercado de viagens online e se sente confortável em investir nele. Muitos investidores evitavam investir no Turismo antes do coronavírus e, agora, estão ainda mais receosos.

“Ocupação hoteleira cai 48% na América Central e do Sul”

No seu primeiro mês com um impacto visível da pandemia de covid-19, a indústria hoteleira das regiões da América Central e do Sul registou um declínio acentuado nas três principais métricas de desempenho durante março de 2020, segundo dados da STR. No comparativo de março de 2020 e março de 2019, com uma moeda constante do dólar americano, a ocupação despencou 48% em relação a 31,0%, a taxa média diária caiu 6,1% a US$ 85,61 e a receita por quarto disponível (RevPar) diminuiu 51,2% a US$ 26,56. Os níveis de ocupação absoluta e RevPAR foram os mais baixos de todos os meses registados na região.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Internacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.