Volta Nacional: “Dona da Universidade Europeia quer desinvestir na Europa. Portugal está na lista”

Volta Nacional: “Dona da Universidade Europeia quer desinvestir na Europa. Portugal está na lista”

Jornal Económico:

“Dona da Universiade Europeia quer desinvestir na Europa. Portugal está na lista”

O grupo Laureate International Universities é a maior rede de ensino privado universitária. Está presente em 20 países, integra mais de 55 instituições de ensino e um milhão de estudantes, mas quer centrar as suas atividades em mercados de maior cresciemnto, desinvestindo em mercados como o europeu, onde se inclui Portugal.

“Novo aeroporto pode ser a alavanca de desenvolvimento da margem sul”

O presidente do Barreiro encara o novo aeroporto como uma oportunidade para o concelho, mas diz que é preciso mais investimento na mobilidade, como uma nova travessia sobre o rio Tejo e a recuperação da ferrovia.

“Turismo: on the road again”

Há quem diga que a geração Instagram se rendeu às “road trips”, há quem não prescinda da liberdade sobre rodas há largos anos e há também os estreantes nestas andanças. Certo é que o negócio de aluguer de autocaravanas e “campervans” não pára de crescer.

“Açores querem continuar a crescer acima da média nacional”

O crescimento do turismo tem sido a locomotiva da economia açoriana nos últimos anos, o que permitiu à Região crescer acima da média nacional em 2015 e 2016b, os dois últimos anos para os quais o Instituto Nacional de Estatística (INE) publica informação sobre o produto interno bruto (PIB) da região autónoma.

“Liberalização do transporte aéreo trouxe novos investidores aos Açores”

O tecido empresarial açoriano, maioritariamente constituído por médias empresas, nos últimos anos, tem concentrado as suas apostas nos serviços. Com o setor do turismo como força motriz, há cada vez mais investidores estrangeiros a apostar nos Açores.

Vida Económica 

“Aeroportos europeus sem capacidade de resposta”

Os aeroportos não terão capacidade para fazer face ao crescimento do tráfego nos próximos 20 anos. A saturação dos aeroportos vai travar o crescimento das companhias e agravar os atrasos para os passageiros. Isto apesar do apelo aos capitais privados, por via de privatização.

“Emirates propõe tarifas especiais”

As férias de verão não têm de terminar em agosto, pelo que a Emirates está a oferecer tarifas especiais em Classe Económica para destinos bem conhcecidos dos portugueses. Será possivel desfrutar de novas experiências e culturas em mais de 40 destinos da Emirates para viagens entre 8 de setembro e 12 de dezembro de 2018.

“Registo de novas unidades de alojamento local disparou no último mês”

As novas regras, a aguardar pubicação em Diário da República, vão trazer mais restrições a este tipo de estabelecimento.

“Hotel Dolce CampoReal recebe galardão Green Key”

O hotel Dolce CampoReal, situado em Torres Vedras, acaba de receber, pelo segundo ano consecutivo, o galardão Green Key – um prémio internacional atribuído a empreendimentos turísticos que realizam um esforço acrescido para proteger o meio ambiente e, por consguinte, o clima.

Negócios:

“Ryanair aplaude acordo com pilotos com maior subida quase em um ano”

As ações da Ryanair estiveram a registar uma forte subida na bolsa de Dublin, depois de a empresa e os pilotos irlandeses terem chegado a um acordo que deverá pôr fim à longa disputa que tem provocado a disrupçõe no funcionamento da companhia aérea.

“Ryanair cobra bagagem” 

A Ryanair, que em janeiro implemntou novas regras para o trasnporte de bagagem na cabina, vai voltar a apertar as regras, a partir de novembro. E vai passar a cobrar pela bagagem, exceção feita a uma “pequena mala pessoal” de cada passageiro, diz a Reuters.

Jornal I: 

“Portugal é o “Hotest Destination” de 2018″

A rede global de viagens de luxo Virtuoso Awards elegeu Portugal como o melhor destino a visitar em 2018. As viagens aumentaram 35% no ano passado, uma tendência que segundo o Turismo de Portugal, se mantém.

Jornal de Notícias:

“A British Airways e Air France deixam de voar para Teerão”

A British Airways e Air France vão deixar em setembro de ter ligações diretas à capital iraniana, Teerão, argumentando com a baixa rentabilidade comercial das linhas.

 

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Internacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.