Airbus com prejuízo de 481 milhões de euros no primeiro trimestre

Airbus com prejuízo de 481 milhões de euros no primeiro trimestre

Categoria Business, Transportes

O construtor europeu de aviões Airbus anunciou hoje um prejuízo de 481 milhões de euros no primeiro trimestre, devido à covid-19, e estabeleceu como objetivo atual a preservação da liquidez e a suspensão de atividades não fundamentais. No mesmo período em 2019, o construtor europeu de aviões tinha registado um lucro líquido de 40 milhões de euros, segundo a agência Lusa.

O grupo aeronáutico europeu anunciou ainda, em comunicado, uma queda de 56% no lucro operacional líquido nos primeiros três meses do ano, em comparação com o mesmo período de 2019. O volume de negócios caiu 15%, para 10.631 milhões de euros, refletindo as dificuldades dos seus negócios devido à pandemia que resultou, sobretudo, na entrega de 40 aeronaves a menos do que entre janeiro e março do ano passado.

Desde o final de março, para lidar com as consequências da crise da covid-19, a Airbus adotou uma série de medidas para proteger a sua liquidez, em particular uma nova linha de crédito de 15 mil milhões de euros, cancelando a distribuição de dividendos intermediários de 2019 e uma emissão de dívida de 2,5 mil milhões de euros.

O construtor europeu de aviões reduziu as taxas de produção de aeronaves em um terço e pretende reduzir as suas despesas de capital este ano em cerca de 700 milhões de euros.