TUI anuncia mais 8.000 despedimentos com quebra nas vendas

TUI anuncia mais 8.000 despedimentos com quebra nas vendas

Categoria Business, Ot's Av's

A TUI anunciou mais oito mil despedimentos para conseguir 300 milhões de euros de poupanças anuais adicionais como forma de compensar a quebra de 83% nas vendas de viagens durante o verão.

O grupo diz porém que estas reduções vão acabar de ser implementadas na sua totalidade em 2022.

A TUI explica que, desde o confinamento, vendeu viagens a 1,4 milhões de clientes, mas não conseguiu dar-lhes o serviço devido a alterações constantes nas políticas públicas. Isso levou a que tivesse de deixar em terra uma parte da sua frota, sendo que hoje está a operar unicamente com 25% a 30% das disponibilidades, para destinos de risco reduzido, mas pouco habituais para os turistas.

Friedrich Joussen, CEO da TUI, afirma que “a disponibilidade de destinos hoje está muito influenciada pelas políticas dos governos” e que “o ambiente é muito volátil”.

O responsável pede mais testes às chegadas e partidas em vez das quarentenas que estão a provocar uma profunda instabilidade.