Associação de Promoção da Madeira lança selo “Madeira Safe to Discover”

Associação de Promoção da Madeira lança selo “Madeira Safe to Discover”

Categoria Advisor, Associativismo

A Madeira vai reabrir portas ao turismo em julho e é fundamental adicionar aos diversos atributos que fazem do arquipélago um destino único, um outro atributo, que ganhou importância nos últimos tempos – a segurança. E, a verdade é que a Madeira e o Porto Santo têm fortes razões para serem considerado um destino seguro, pela forma como lidaram com o vírus.

Foi esta nova necessidade de segurança no turismo, decorrente da pandemia do Covid-19, que levou a Associação de Promoção da Madeira (APM) a lançar recentemente um processo de certificação independente de boas práticas em relação à gestão de riscos biológicos para as empresas do turismo, em parceria com a SGS, líder mundial na área da certificação. Sendo este programa de certificação muito importante para mostrar que a Madeira e o Porto Santo são, de facto, um destino seguro, tornou-se vital criar um selo que comunicasse segurança e um conceito gráfico e verbal que funcionasse nos diferentes selos de certificação, assim como uma identidade que permitisse também passar o espírito de descoberta que, apesar de tudo, continua a estar presente na escolha de um destino de viagem.

Criou-se então esse selo, em forma de escudo, símbolo universal de proteção com o “M” de Madeira como referência iconográfica. As cores transmitem a relação equilibrada entre o verde da natureza e o azul do mar, tão característica das paisagens da Madeira. Este selo faz parte de um projeto mais abrangente e que engloba várias iniciativas, todas com o intuito de reforçar a imagem de destino seguro. Este projeto dá pelo nome de Madeira Safe to Discover, onde o safe é o lado mais prático e funcional, que comunica a segurança necessária e o discover é o lado mais sonhador e aspiracional, que transmite diversidade e vontade de viajar, além de garantir a consistência na comunicação do Destino através da ligação a “Discover Madeira”.

Todas as empresas certificadas pela SGS, na gestão de riscos biológicos vão passar a poder usar este selo, nos seus diferentes formatos e em diferentes formas de aplicação. Foram já elaboradas mais de 150 propostas de certificação. Além de hotéis registam-se candidaturas de unidades de alojamento local, empresas de animação turística, agências de viagens, rent-a-cars, campos de golfe, assim como a administração dos portos da Madeira. Exemplos dessas entidades são os hotéis dos Grupos Porto Bay e Four Views, o Belmond Reid’s Palace ou a Casa Velha do Palheiro. Assim como a agência de viagens Euromar, Green Devill Safari, Madeira Rent, entre outros. As auditorias, com vista à certificação das diferentes unidades terão início já no próximo mês.